Ministra francesa ameaça cortar apoio a entidades feministas que não apoiam Israel

Aurore Bergé explicitou a coação financeira aos movimentos feministas

Aurore Bergé
Aurore Bergé (Foto: Wikicommons)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Do Opera Mundi – A ministra da França para a Luta contra a Discriminação, Aurore Bergé, disse neste domingo (11/02) que iria cortar as verbas destinadas a organizações feministas francesas que tiveram uma "compreensão ambígua" sobre o “7 de outubro e o que aconteceu depois” em Israel.

Em entrevista à Rádio J, uma estação de rádio comunitária judaica em Paris, Bergé anunciou que o governo do presidente Emmanuel Macron está analisando declarações de todas as associações feministas francesas sobre o ataque do grupo palestino Hamas em Israel em 7 de outubro.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247