Premiê da Espanha cita os atos golpistas do 8 de janeiro em fala na ONU

Pedro Sánchez também falou sobre a invasão ao Capitólio, centro legislativo dos EUA

Pedro Sánchez
Pedro Sánchez (Foto: Reuters/IntsKalnins)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, destacou uma "crescente ameaça pairando sobre a democracia", citando a invasão ao Capitólio em Washington (Estados Unidos), em 6 de janeiro de 2021, e Brasília (DF), em referência ao 8 de Janeiro de 2023, quando apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) invadiram a Praça dos Três Poderes, na capital federal. 

"Infelizmente, aprendemos que não podemos considerar como garantidos os direitos e liberdades pelos quais gerações passadas lutaram tão valentemente", afirmou Sanchez em discurso na 78ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas).

continua após o anúncio

No evento, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou nesta quarta-feira (20) do lançamento da "Parceria pelos Direitos dos Trabalhadores e Trabalhadoras", lançada junto com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden (Partido Democrata). O ocupante do Planalto destacou a importância dos sindicatos como defensores dos direitos dos trabalhadores e para uma democracia. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, elogiou a parceria para promoção do "trabalho digno" e a defesa de sindicatos fortes.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247