Sem diálogo com Obama, Dilma recebe Clinton em NY

Presidente, que esnobou convite de Barack Obama para cerimônia com pompas em outubro, em Washington, após casos de espionagem, se encontra nesta tarde com ex-presidente norte-americano para discutir parceria entre o Brasil e a Clinton Global Initiative (CGI); em dezembro, o Rio de Janeiro sediará o primeiro encontro da GCI América Latina

Presidente, que esnobou convite de Barack Obama para cerimônia com pompas em outubro, em Washington, após casos de espionagem, se encontra nesta tarde com ex-presidente norte-americano para discutir parceria entre o Brasil e a Clinton Global Initiative (CGI); em dezembro, o Rio de Janeiro sediará o primeiro encontro da GCI América Latina
Presidente, que esnobou convite de Barack Obama para cerimônia com pompas em outubro, em Washington, após casos de espionagem, se encontra nesta tarde com ex-presidente norte-americano para discutir parceria entre o Brasil e a Clinton Global Initiative (CGI); em dezembro, o Rio de Janeiro sediará o primeiro encontro da GCI América Latina (Foto: Roberta Namour)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – No dia 18 de setembro, jornais do mundo todo registraram com salva a atitude do dia anterior da presidente Dilma Rousseff de cancelar a visita de Estado aos EUA marcada para outubro. A Casa Branca disse que a decisão foi tomada em comum acordo, mas a verdade é que o Planalto julgou que as respostas dadas às violações de sigilo das comunicações do gabinete da Presidência e da Petrobras não foram satisfatórias.

Uma semana depois, em plena ressaca da crise da espionagem e com o diálogo estremecido com o presidente Barack Obama, a presidente desembarca em Nova York para comandar o discurso de abertura da 68ª Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU).

Antes do evento, no entanto, abre espaço na agenda oficial para receber o ex-presidente norte-americano Bill Clinton.

continua após o anúncio

Dentro da casa de Obama, Dilma envia outra demonstração de força ao mundo: não cede a pressões e negocia com Clinton a possibilidade de parceria entre o Brasil e a Clinton Global Initiative (CGI), fundada em 2005 pelo ex-presidente.

Leia a reportagem da Agência Brasil sobre o encontro: 

continua após o anúncio

Danilo Macedo
Repórter da Agência Brasil
Brasília – A presidenta Dilma Rousseff se reunirá hoje (23), no hotel em que está hospedada em Nova York, com o ex-presidente norte-americano Bill Clinton e com a presidenta da Argentina, Cristina Kirchner. O encontro com Cristina será às 19h. Com Clinton, Dilma se encontra às 18h (horário de Brasília). A presidenta Dilma Rousseff chegou hoje às 6h55 a Nova York. Amanhã, ela fará o discurso de abertura da68ª Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU).

Clinton e Dilma devem discutir a possibilidade de parceria entre o Brasil e a Clinton Global Initiative (CGI), fundada em 2005 pelo ex-presidente. Como parte da Fundação Clinton, a CGI reúne líderes globais com o objetivo de criar e implementar soluções inovadoras para o desenvolvimento sustentável em países em desenvolvimento. A reunião anual da GCI é realizada a cada setembro em Nova York.

continua após o anúncio

Em dezembro, o Rio de Janeiro sediará o primeiro encontro da GCI América Latina. A reunião deve reunir líderes regionais e globais de diversos setores da sociedade na busca de alianças para o combate aos desafios socioambientais na região.

Edição Beto Coura

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247