Tucker Carlson se encanta com Moscou após entrevistar Vladimir Putin

Jornalista estadunidense disse que a capital russa é melhor, mais limpa e mais segura do que qualquer cidade americana

Vladimir Putin e Tucker Carlson
Vladimir Putin e Tucker Carlson (Foto: Tass)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O apresentador Tucker Carlson, um influente jornalista estadunidense, surpreendeu muitos ao expressar seu encantamento com Moscou após uma entrevista com o presidente russo Vladimir Putin. Carlson fez declarações que chamaram a atenção para a limpeza e segurança da capital russa, afirmando que ela supera qualquer grande cidade dos Estados Unidos. "Moscou é muito mais limpa e segura do que qualquer grande cidade nos Estados Unidos", afirmou Carlson.

O jornalista compartilhou sua admiração pela capital russa durante uma recente transmissão de seu programa. Ele descreveu a cidade como "muito melhor e mais limpa do que qualquer cidade americana", ressaltando que ficou chocado com as melhorias que testemunhou durante sua estadia.

continua após o anúncio

O relato de Carlson revelou uma perspectiva surpreendente sobre a transformação de Moscou ao longo das décadas. Ele lembrou a época em que seu pai passou um tempo na cidade nos anos 80, descrevendo um ambiente muito diferente, com infraestrutura limitada e recursos escassos. No entanto, Carlson observou que Moscou se tornou significativamente mais atraente, segura e limpa desde então.

"O que foi radicalizante, muito chocante e perturbador para mim foi saber que a cidade de Moscou, onde eu nunca havia estado, é a maior cidade da Europa, com 13 milhões de habitantes. E é tão mais agradável do que qualquer cidade em meu país. Eu não tinha ideia", disse Carlson.

continua após o anúncio

Ele destacou não apenas a limpeza e segurança de Moscou, mas também elogiou sua arquitetura, comida e serviço, sugerindo que supera qualquer cidade nos Estados Unidos em termos estéticos e de qualidade de vida.

"Em certo ponto, acredito que a pessoa comum não se importa tanto com abstrações quanto com a realidade concreta de sua vida", afirmou Carlson. "E se você não pode usar seu metrô, por exemplo, como muitas pessoas têm medo de fazer na cidade de Nova York porque é muito perigoso, você tem que se perguntar: não é essa a medida definitiva de liderança?"

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247