Zakharova responde à acusação de que a Rússia pretenda interferir em eleições europeias: "ridículo"

Em um comunicado oficial, Zakharova classificou tais alegações como ridículas, absurdas e sem fundamentos sólidos

Maria Zakharova, porta-voz da chancelaria russa
Maria Zakharova, porta-voz da chancelaria russa (Foto: TASS)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Tass – A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, criticou veementemente as recentes acusações de interferência russa nos processos democráticos da União Europeia. Em um comunicado oficial, Zakharova classificou tais alegações como ridículas, absurdas e sem fundamentos sólidos. Suas declarações surgiram em resposta à aprovação de uma resolução anti-russa pelo Parlamento Europeu em 8 de fevereiro, a qual incluiu acusações diretas de interferência nos processos democráticos da UE.

Zakharova ressaltou a falta de normas democráticas e ideais no atual panorama político da União Europeia, argumentando que o bloco europeu está longe de alcançar os princípios que seus fundadores aspiravam. Segundo ela, a resolução adotada pelo Parlamento Europeu visa fortalecer os círculos políticos liberais pró-EUA e impedir o avanço de partidos com orientações nacionalistas na futura composição do Parlamento Europeu.

continua após o anúncio

Além disso, a porta-voz destacou a insatisfação generalizada com a situação socioeconômica na UE, atribuindo-a às políticas de Bruxelas, incluindo as sanções contra a Rússia. Ela alertou para uma suposta campanha de limpeza política que estaria em andamento sob o pretexto de "combater uma ameaça russa". Essa campanha, segundo Zakharova, visa eliminar competidores políticos considerados inconvenientes ou perigosos para a estabilidade do bloco.

Por fim, Maria Zakharova enfatizou a necessidade de um diálogo construtivo entre a Rússia e a União Europeia, rejeitando as acusações infundadas e apelando para uma abordagem mais pragmática e baseada em fatos para lidar com as relações bilaterais entre os dois blocos.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247