Nasa anuncia descoberta de sete planetas semelhantes à Terra

Agência espacial americana anunciou nesta quarta-feira, 22, uma inédita descoberta sobre exoplanetas que aumentam as chances de encontrar vidas extraterrestres, afirmam os cientistas; durante a apresentação da descoberta, os astrônomos informaram que foram identificados sete planetas do tamanho da Terra orbitando a estrela TRAPPIST-1; os cientistas revelaram que em três destes planetas há grande potencial de existência de água. Para a astrônoma Sara Seager, "essa descoberta gerou grandes avanços para encontrar vidas extraterrestres"

Agência espacial americana anunciou nesta quarta-feira, 22, uma inédita descoberta sobre exoplanetas que aumentam as chances de encontrar vidas extraterrestres, afirmam os cientistas; durante a apresentação da descoberta, os astrônomos informaram que foram identificados sete planetas do tamanho da Terra orbitando a estrela TRAPPIST-1; os cientistas revelaram que em três destes planetas há grande potencial de existência de água. Para a astrônoma Sara Seager, "essa descoberta gerou grandes avanços para encontrar vidas extraterrestres"
Agência espacial americana anunciou nesta quarta-feira, 22, uma inédita descoberta sobre exoplanetas que aumentam as chances de encontrar vidas extraterrestres, afirmam os cientistas; durante a apresentação da descoberta, os astrônomos informaram que foram identificados sete planetas do tamanho da Terra orbitando a estrela TRAPPIST-1; os cientistas revelaram que em três destes planetas há grande potencial de existência de água. Para a astrônoma Sara Seager, "essa descoberta gerou grandes avanços para encontrar vidas extraterrestres" (Foto: Aquiles Lins)

Agência Sputnik Brasil - NASA anunciou nesta quarta-feira (22) uma inédita descoberta sobre exoplanetas que aumentam as chances de encontrar vidas extraterrestres, afirmam os cientistas.

Durante a apresentação da descoberta, os astrônomos informaram que foram identificados sete planetas do tamanho da Terra orbitando a estrela TRAPPIST-1.

"Estou animado para anunciar hoje que o Dr. Michael Gillon e sua equipe usaram nosso telescópio espacial Spitzer para confirmar que existem realmente sete planetas do tamanho da Terra em órbita da próxima estrela TRAPPIST-1", informou o dirigente da NASA, Thomas Zubuchen.

Os cientistas revelaram que em três destes planetas há grande potencial de existência de água. Para a astrônoma Sara Seager, "essa descoberta gerou grandes avanços para encontrar vidas extraterrestres".

Segundo os cientistas, "essa descoberta pode ser uma peça significativa na busca por ambientes habitáveis, locais onde é possível ter vida".

"Responder a pergunta 'nós estamos sozinhos' é o topo da nossa lista de prioridades científicas e encontrar tantos planetas como estes, pela primeira vez, em uma zona habitável é um passo notável", acrescentou Zurbuchen.

De acordo com a NASA, o novo sistema solar está a cerca de 40 anos-luz da Terra e os planetas estão a uma distância "relativamente" próxima, na constelação de Aquário.

Além dos jornalistas, o público pôde fazer perguntas através da hashtag #askNASA.

Os astrônomos Michael Gillon e Nikole Lewis, a professora do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT, sigla em inglês) Sara Seager e os dirigentes da NASA Thomas Zubuchen e Sean Carey foram os encarregados de anunciar a descoberta.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247