Aécio convida PMDB e isola PT em Minas

Senador mineiro atrai partido da base para o governo de Antonio Anastasia; deputado Saraiva Felipe deve ser o novo secretrio de Sade em Minas Gerais; a contrapartida o apoio na disputa municipal em Belo Horizonte para asfixiar o PT

Aécio convida PMDB e isola PT em Minas
Aécio convida PMDB e isola PT em Minas (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O dia de hoje começa com ar de sexta-feira 13 para o PT de Minas Gerais. Numa cartada própria dos bons jogadores, o senador mineiro Aécio Neves, que sonha com a presidência da República em 2014, convidou o PMDB a integrar o governo do tucano Antonio Anastasia, chefe do Palácio da Liberdade. O convite foi feito ao deputado Antônio Andrade, presidente do PMDB mineiro. Se for aceito, e essa é a tendência, provocará uma grande reviravolta na política mineira, com repercussões nacionais. Significaria o rompimento da aliança PT-PMDB em Minas e um primeiro alinhamento importante dos peemedebistas com os tucanos.

O nome mais provável para integrar o governo Anastasia é o do deputado Saraiva Felipe, que seria o secretário de Saúde de Minas. Em contrapartida, o PMDB apoiaria o candidato de Aécio Neves na sucessão municipal em Belo Horizonte, que é o atual prefeito Marcio Lacerda, do PSB. Vale lembrar que, nas últimas eleições municipais em BH, o PMDB enfrentou o poder de Aécio, numa chapa encabeçada pelo ex-ministro Hélio Costa.

Com uma bancada relevante, o PMDB mineiro está alijado do poder em sua base local e também no plano federal, pois não conseguiu emplacar nenhum ministro no governo Dilma. E se o partido, de fato, decidir se aproximar de Aécio, poderá amplificar também a crise do PT mineiro. Nas últimas eleições, o partido impediu a candidatura de Patrus Ananias para apoiar Márcio Lacerda, gerando profundas cicatrizes. Foi o único caso em que petistas e tucanos estiveram do mesmo lado. E hoje muitos petistas classificam essa parceria como uma aliança “Caracu” – o que dispensa explicações.

Recentemente, diversas pessoas indicadas pelo PT foram demitidas da prefeitura por Márcio Lacerda. O vice-prefeito Roberto Carvalho trabalha para ser candidato, mas também enfrenta resistências internas. E se a aliança PSDB-PMDB vier a se confirmar em Minas, o PT estará condenado à asfixia política no segundo maior colégio eleitoral do País.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email