Bebianno prevê demissão de Paulo Guedes por Bolsonaro

"Ele não aceitará entrar para o paredão bolsonarista e ser queimado. Acho que ele saíra antes disso", acredita o ex-ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, que foi demitido depois de uma fritura da milícia bolsonarista

www.brasil247.com - Gustavo Bebianno e Paulo Guedes
Gustavo Bebianno e Paulo Guedes (Foto: Agência Brasil)


247 - Com temperamento forte, o ministro da Economia, Paulo Guedes, não deverá aguentar a fritura que geralmente é imposta a um integrante do governo que Jair Bolsonaro pretende demitir. A avaliação foi feita em entrevista ao UOL por Gustavo Bebianno, ex-ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, que passou pela mesma situação em 2019.

"Paulo Guedes é um profissional de mão cheia, competente. Mas tem o temperamento forte e não é de muita conversa mole. Ele não aceitará entrar para o paredão bolsonarista e ser queimado. Acho que ele saíra antes disso", previu o ex-ministro.

Em sua avaliação, caso Bolsonaro perceba que não precisa mais de Guedes, ele "não hesitará em jogá-lo às feras". "O Paulo já sabe disso e não me parece que aceitará fazer esse jogo", avalia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bebianno disse ainda acreditar que Bolsonaro "não acredita no liberalismo econômico, acho que nem compreende bem os conceitos e fundamentos envolvidos". "A verdade é que ele encontrou no Paulo um bom cabo eleitoral, que o ajudou muito a encontrar a aceitação do mercado. Mas, no fundo, o Jair não tem nada de liberal", afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email