'Bolsonaro faz maior distribuição de dinheiro da história do Brasil às vésperas da eleição', diz Lula

"Não há precedentes de alguém que, faltando 57 dias para as eleições, resolva fazer uma distribuição de R$ 50 bilhões e poucos em um benefício que só dura até dezembro", disse Lula

Lula e Bolsonaro
Lula e Bolsonaro (Foto: Ricardo Stuckert | Ricardo Stuckert)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Sputnik - Nesta terça-feira (9), durante debate pela manhã na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o ex-presidente Lula acusou o atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL), de fazer a maior distribuição de dinheiro da História às vésperas de uma eleição.

De acordo com o jornal O Globo, o petista sublinhou que o "Brasil atravessa uma crise de credibilidade, de governabilidade, de falta de sintonia entre o Estado através do governo com as instituições".

continua após o anúncio

"Vamos concorrer em uma eleição vendo um dos adversários [Bolsonaro], para não citar o nome, fazendo a maior distribuição de dinheiro que uma campanha política já viu desde o fim do Império. Não há precedentes na História do Brasil de alguém que, faltando 57 dias para as eleições, resolva fazer uma distribuição de R$ 50 bilhões e poucos em um benefício que só dura até dezembro", afirmou Lula.

Lula ainda disse estar preocupado se "o povo aceitará a retirada do benefício" e que "sociedade precisa ficar atenta porque o sinal do comportamento de alguém para ganhar uma eleição não é tranquilo".

continua após o anúncio

O ex-presidente se remete a vários benefícios aprovados pelo governo Bolsonaro às vésperas das eleições, como o Auxílio Brasil no valor de R$ 600, a duplicação do Auxílio Gás e a criação de um vale de R$ 1.000 para caminhoneiros.

Além disso, haverá auxílio para taxistas, repasse de recursos para evitar aumento de preços no transporte público, subsídios para o etanol e reforço de verba no programa de aquisição e doação de alimentos. O custo total da PEC é estimado em R$ 41,25 bilhões.

continua após o anúncio

Entretanto, o efeito fiscal para o país será avassalador, tendo o próprio Ministério da Economia chamado a PEC de PEC Kamikaze e "bomba fiscal".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

continua após o anúncio

 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247