CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Dilma se reúne com a coordenação política do governo

Reunião, marcada para as 18h, deve examinar o cenário criado no final de semana por um caudaloso noticiário especulativo sobre desdobramentos da crise com afastamento da presidente por diferentes caminhos; encontro tem a participação, além de Dilma Rousseff e Michel Temer, de ministros da coordenação política e líderes do governo na Câmara, no Senado e no Congresso

Imagem Thumbnail
Brasília - DF, 05/06/2015. Presidenta Dilma Rousseff durante entrevista à TV France 24. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR. (Foto: Ana Pupulin)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A presidente Dilma Rousseff convocou nesta manhã uma reunião com a coordenação política para as 18 horas desta segunda-feira 6. No encontro, deve-se examinar principalmente o cenário criado no final de semana por um caudaloso noticiário especulativo sobre desdobramentos da crise com afastamento de Dilma por diferentes caminhos.

A convenção do PSDB, realizada neste domingo 5, pautou o assunto. Os tucanos Aécio Neves, Fernando Henrique Cardoso, Geraldo Alckmin e José Serra discursaram em defesa da troca de poder, mesmo que por estratégias diferentes.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Conforme noticiou a coluna Painel, os interesses dentro do PSDB se divergem, mesmo que sigam a linha de que o governo Dilma caminha para o insustentável. Enquanto o presidente do partido, senador Aécio Neves (MG), defende a impugnação da chapa Dilma-Temer, levando o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a assumir temporariamente e convocar novas eleições, os paulistas Alckmin e Serra defendem que o vice assuma com a saída de Dilma (leia mais aqui e aqui).

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reagiu nesta segunda-feira 6, afirmando que falar em impeachment é "despudor democrático". "É de um profundo despudor democrático e de um incontido revanchismo eleitoral falar em impeachment da presidente como têm falado alguns parlamentares da oposição", disse em entrevista à Folha.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Participam do encontro, além de Dilma Rousseff e o vice-presidente e articulador político, Michel Temer, os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil), Miguel Rossetto (Desenvolvimento Agrário), Edinho Silva (Comunicação Social), Nelson Barbosa (Planejamento), Gilberto Kassab (Cidades), Aldo Rebelo (Ciência e Tecnologia), Jaques Wagner (Defesa) e os líderes do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS) e no Congresso, senador José Pimentel (PT-CE).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO