CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Disputa pelo lugar de Moro no Senado ganha força com provável cassação

Deputado federal Sergio Souza (MDB-PR) é mais um nome que vem sendo especulado para a vaga do senador alvo de possível cassação

Sergio Moro (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - À medida que se aproxima o início do julgamento do senador Sergio Moro (União-PR) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), marcado para o dia 1º de abril, cresce a expectativa em torno da possível vacância de sua cadeira no Senado. Moro, acusado de abuso de poder econômico, abuso de poder político e uso indevido de meios de comunicação durante sua campanha, enfrenta a possibilidade de ter seu mandato cassado, um cenário que tem acelerado as movimentações políticas. 

Dentre os interessados em ocupar o posto do ex-juiz suspeito da Lava Jato, há agora o deputado federal Sergio Souza (MDB-PR), que atuou como senador entre 2011 e 2014. Souza já se posiciona como "o representante do agronegócio", sinalizando sua candidatura em uma eventual eleição suplementar, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O ex-governador Roberto Requião (PT), conhecido por sua longa carreira política no Paraná, também manifestou interesse na disputa, reforçando a diversidade de perfis entre os possíveis candidatos. 

A lista de aspirantes à vaga de Moro é ampliada com nomes de peso no cenário político local e nacional. Ricardo Barros (PP), ex-líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara, busca o apoio do ex-presidente para sua candidatura. Paralelamente, Requião Filho (PT), deputado estadual e filho do ex-governador, emerge como um potencial candidato, juntamente com figuras de projeção nacional como a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e até mesmo Michelle Bolsonaro. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O processo de cassação se baseia em duas ações judiciais, uma movida pelo Partido Liberal (PL) e outra pela Federação Brasil da Esperança, composta por PT, PCdoB e PV. As acusações centram-se em práticas ilegais supostamente adotadas por Moro durante a campanha eleitoral para o Senado. O Ministério Público já se manifestou favoravelmente à cassação do mandato do senador.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO