CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Eleitor quer mudança, mas vê Lula como o mais apto

Entre as pessoas entrevistadas pelo Datafolha, 72% dizem querer mudanças no próximo governo; no entanto, por mais paradoxal que pareça, o eleitor enxerga a mudança no campo governista e aponta o ex-presidente Lula como a pessoa mais preparada para dar um novo rumo ao País; à frente de potenciais rivais como Marina Silva, Aécio Neves e Eduardo Campos; no que diz respeito aos votos em si, Lula teria 52%; esses dois fatores, somados, alimentarão o "Volta, Lula", por mais que o ex-presidente negue a intenção de voltar

Entre as pessoas entrevistadas pelo Datafolha, 72% dizem querer mudanças no próximo governo; no entanto, por mais paradoxal que pareça, o eleitor enxerga a mudança no campo governista e aponta o ex-presidente Lula como a pessoa mais preparada para dar um novo rumo ao País; à frente de potenciais rivais como Marina Silva, Aécio Neves e Eduardo Campos; no que diz respeito aos votos em si, Lula teria 52%; esses dois fatores, somados, alimentarão o "Volta, Lula", por mais que o ex-presidente negue a intenção de voltar (Foto: Sheila Lopes)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A pesquisa Datafolha mostra que os brasileiros, na proporção de 72% dos entrevistados, querem mudança. E o nome mais identificado com a mudança, por paradoxal que se mostre, faz parte do campo governista.

O ex-presidente Lula, principal apoiador da presidente Dilma Rousseff, reúne nada menos que 52% das intenções de voto e, entre o grupo que defende a mudança, 32% das preferências como o mais apto a empreender essa mesma mudança.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mais que Marina Silva, com 17% das indicações, Aécio Neves (13%) e Eduardo Campos (7%), é o político de dois mandatos na Presidência da República que salta aos olhos do público como o mais capaz de fazer diferente. 

Além da performance de Dilma, que com 43% das intenções de voto bateria todos os adversários projetados, o ex-presidente atingiu 52% das preferências. Lula, é claro, por não se colocar como candidato, se mantém livre de ataques. Isso facilita seu desempenho. Certamente por essa mesma razão, o ex-presidente tem a menor rejeição entre os pretendentes, com 19% de indicações, contra 21% para a ex-ministra Marina Silva.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A pesquisa Datafolha mostra que a frase do ministro Gilberto Carvalho, dada logo após a posse da presidente Dilma, ainda prevalece: "Nós temos o Pelé no banco de reservas".

Tirante toda a torcida político-midiática para o fracasso da economia brasileira no ano da eleição presidencial, o que transparece pelos números é que, se verdadeiramente a crise se abater sobre Brasil, ainda assim o PT tem uma alternativa. E uma alternativa forte, personificada por Lula. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Para os adversários, colocar-se na posição do PT é, na prática, viver um sonho. Nem mesmo o PSB, com a popular Marina, que soma mais intenções de votos que os pré-candidatos oficiais Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), faz frente a Lula.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO