CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Lula: "fui vítima da mais grave mentira já contada na política brasileira"

Presidente relembrou os 580 dias em que esteve injustamente preso e disse ter se preparado para voltar à Presidência: "tinha essa vontade porque era preciso consertar o Brasil"

Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Ricardo Stuckert)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente Lula (PT), em entrevista ao veículo português RTP, falou sobre o período em que esteve injustamente preso na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR), em decorrência da perseguição que sofreu por parte da força-tarefa da Lava Jato.

"Fui vítima da mais grave mentira já contada na política brasileira, uma tentativa de me tirar da eleição [presidencial], conseguiram me tirar da eleição", resumiu Lula.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Durante os 580 dias em que esteve preso, Lula aproveitou "para fazer um exercício de paciência, de consciência, para me preparar porque tinha muita certeza que ia voltar a ser presidente da República, e eu tinha essa vontade porque era preciso consertar o Brasil".

"O Brasil que tínhamos construído em três mandatos e meio do PT, um país com a maior inclusão social da história do Brasil, tudo isso foi desmontado. Então eu tinha de reconstruir isso e estou reconstruindo", afirmou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ele reconheceu que pode haver dificuldade para encontrar apoio no Congresso Nacional, mas disse acreditar na "arte de conversar" e na capacidade de extrair desse diálogo "o que é melhor para o povo brasileiro". A ausência de diálogo, segundo o presidente, "é uma barbárie antidemocrática" onde se caminha para "um pensamento fascista e autoritário" típico dos negacionistas da política: "nós não podemos negar a política porque a política é a arte do exercício da democracia e é importante sermos capazes de negociar com os que pensam o contrário".

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO