CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Pais e filhos

Tivesse lido Turguêniev, Jader Barbalho seria mais cuidadoso ao levar os filhos a sua posse no Senado

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Tivesse lido Turguêniev, Jader Barbalho seria mais cuidadoso ao levar os filhos a sua posse no Senado. Tudo bem que ninguém além de Romero Jucá se dignou a aparecer nas fotos que registraram o retorno de Jader ao Senado, mas o showzinho do filho Daniel diante de câmeras sedentas por uma boa imagem deve ter se encarregado de demonstrar ao senador os riscos de envolver a família nesse tipo de evento.

O moleque fez de tudo. Fora as caretas e chifres devidamente fotografados, o menino chamou o pai, que assumia vaga no Senado, de vereador. Não é o caso de chamar Daniel de niilista, Bazárov do Pará, essas coisas, mas ficou bem claro, na quarta-feira, quem toma conta de quem. Não é que eu queira entrar muito nesses assuntos pessoais, Jader, mas você levou o menino para a cova dos leões, certo?

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

E o tiro acabou saindo pela culatra. Não entremos nessa de que seus pais não te entendem, mas você não entende seus pais. O menino ainda é novo, mas, apesar de expor o senador, mostrou sintonia com o progenitor. Espontâneo, Daniel simplesmente resumiu em imagem o deboche do pai ao, antes de tudo, se candidatar ao Senado depois de abandonar a Casa para fugir da cassação.

O erro de Jader foi não calcular o potencial estrago dessa distância etária que separa um pai de um filho – ao menos até que o rebento cresça. A essência será sempre a mesma, por mais que tentemos negá-la, mas, caro senador, o menino só vai aprender a arte da política (ou dissimulação, como quiser) com o tempo. Enquanto isso, pais, é melhor manter a relação dentro de casa, para não assustar ninguém com a suas versões cruas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Lá no Turguêniev, Nikolai Petróvich tem “pensamentos tristes” ao compreender com clareza pela primeira vez “a distância que o separava do filho” Arkádi, então influenciado pelo amigo Bazárov, e lamenta ao pressentir que, “a cada dia, essa distância havia de aumentar mais e mais”. Calma, minha gente, a história do livro comprova que os filhos não evoluem exatamente dessa forma. Para o bem e para o mal.

Leia mais em Literatura de verdade

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO