Por elogios a Ustra, Mourão é alvo de queixa-crime no STF

Hamilton Mourão é acusado de fazer "apologia ao crime" após uma série de elogios ao torturador Ustra

Hamilton Mourão e Carlos Alberto Brilhante Ustra
Hamilton Mourão e Carlos Alberto Brilhante Ustra (Foto: Romério Cunha/VPR | Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente, Hamilton Mourão, é alvo de queixa-crime protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF) por um advogado carioca que acusa o vice de "apologia ao crime", segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo.

A motivação foi a série de elogios feitos por Mourão ao torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra. O vice-presidente disse que Ustra era “um homem que respeitava os direitos humanos. (...) um homem de honra", com quem teria tido "uma amizade muito próxima".

O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, afirmou à TV 247 que a fala de Mourão sobre o torturador "prepara o terreno para uma nova ditadura".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247