CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

PSDB ainda tenta CPI mista da Petrobras

"O que queremos hoje é captar as assinaturas na Câmara para que essa investigação se faça numa comissão mista", disse o senador Alvaro Dias (PSDB-PR), após reunião de líderes tucanos; segundo ele, caso o presidente do Senado, Renan Calheiros, leia o requerimento da CPI exclusiva na Casa, não há problema, pois os deputados conseguindo as assinaturas, bastaria retirar o pedido e fazer outro de comissão mista

Imagem Thumbnail
Senador Alvaro Dias (PSDB-PR) concede entrevista após se reunir com líderes partidários para tentar contornar as discordâncias no texto do projeto do Plano Nacional de Educação (PNE), relatado por ele (Foto: Gisele Federicce)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Senado - Encerrada reunião de deputados e senadores na liderança do PSDB, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) anunciou que a estratégia da oposição é viabilizar a realização de uma CPI mista para investigar a Petrobras. Na semana passada, foram coletadas assinaturas suficientes para uma CPI no Senado, com 28 senadores apoiando o requerimento.

Com a orientação, o presidente do Senado, Renan Calheiros, não deverá ler nesta terça-feira (1º) o requerimento da CPI no Senado. Alvaro Dias disse, no entanto, que a eventual leitura do documento não causaria problema.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

- O que queremos hoje é captar as assinaturas na Câmara para que essa investigação se faça numa comissão mista. Se o presidente Renan fizer a leitura do nosso requerimento de CPI exclusiva hoje, não há problema. Ainda hoje, creio que os deputados conseguem as assinaturas suficientes para que a CPI seja mista. Aí é só retirarmos o requerimento que pede uma CPI exclusiva e trocá-lo por um requerimento de CPI mista.

A decisão a que chegaram as lideranças da oposição para que a CPI seja mista atende ao desejo de deputados interessados em participar da investigação. Entretanto, há uma fila de requerimentos de CPI na Câmara, que não há pode ser furada para priorizar a da Petrobras.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

De acordo com Alvaro Dias, os deputados já têm mais de 170 assinaturas num requerimento anterior, bastando agora que assinem um novo requerimento concernente a uma CPI mista.

"Quem já assinou antes é só assinar de novo", afirmou o senador, certo de que o número necessário de assinaturas será conseguido ainda hoje. Para a criação de uma CPI mista são necessárias as assinaturas de, no mínimo, 27 senadores e 171 deputados.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Alvaro Dias também afirmou que não acredita na estratégia do governo de convencer parlamentares a retirar assinaturas. Em sua opinião, "isso desmoraliza o parlamentar".

Indagado sobre a dimensão de uma CPI mista, o senador brincou:
- A CPI com deputados vai ficar mais agitada.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO