Grotesco: Weintraub é carregado por apoiadores após depor na PF (vídeo)

Alvo de inquérito do STF por suposto crime de racismo, o ministro da Educação, que pediu a prisão dos ministros do STF e chamou-os de "vagabundos", se negou a falar e depôs por escrito na Polícia Federal. Na saída, foi carregado por apoiadores (vídeo)

(Foto: Reprodução)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Revista Fórum - Alvo do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura suposto crime de racismo, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi carregado nos ombros por apoiadores na tarde desta quinta-feira (4), pouco antes de prestar depoimento na Polícia Federal. 

Ao lado de uma placa com as frases “fora comunismo” e “globalismo”, o ministro fez um breve discurso com um megafone: “A liberdade é a coisa mais importante numa democracia, a primeira coisa que vão tentar calar é a liberdade de expressão”. 

continua após o anúncio

O apoio dos bolsonaristas a Weintraub gerou aglomeração e quase nenhum deles usavam máscaras de proteção. 

Leia mais na Fórum.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247