Após reunião com Fux, Bolsonaro confirma André Mendonça e diz que STF terá orações antes das sessões

Jair Bolsonaro cometeu mais um crime, ao negar o estado laico, previsto na constituição brasileira, e tentou emparedar o STF com seu fundamentalismo. “Ele é extremamente evangélico, ele é pastor evangélico”, descreveu Bolsonaro sobre o atual AGU

www.brasil247.com - André Mendonça e Jair Bolsonaro
André Mendonça e Jair Bolsonaro (Foto: ABr)


247 - Jair Bolsonaro anunciou que o Palácio do Planalto irá indicar oficialmente na noite desta segunda-feira (12) o nome de André Mendonça, atual Advogado-Geral da União, para a vaga de Marco Aurélio Mello - que acaba de se aposentar - no Supremo Tribunal Federal.

A informação foi divulgada em conversa com jornalistas após reunião com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux. Ele definiu Mendonça, ex-ministro da Justiça, como “extremamente evangélico” e negou que isso seja uma violação ao estado laico, como está previsto na Constituição. 

O nome de André Mendonça agora precisa passar pelo crivo dos senadores. “Existe, sim uma grande possibilidade de ser aceito”, prevê Bolsonaro, que disse que o aliado está fazendo a costumeira “peregrinação” para pedir apoio aos parlamentares. “Cada dia que passa ele ganha mais adeptos”.

Bolsonaro também disse que pediu ao indicado que ao menos uma vez por semana comece a sessão “com uma oração”. “Eu tenho certeza que os demais dez ministros do Supremo, caso ele seja aprovado no Senado, não vão se opor a isso. Muito pelo contrário. Vão estar com a alma muito mais leve para começar os seus julgamentos”.

Questionado se isso não seria uma violação do estado laico, previsto na Constituição Brasileira, Bolsonaro reagiu: “O que é Estado laico, meu Deus? Tinha que ser ateu para ser presidente da República?”. “Estado laico é nós não impedirmos outras religiões em prol de uma só”, acrescentou.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email