Câmara quer instaurar CPI do Viagra

Além do gasto com o fármaco, a CPI do Viagra também investigará outras compras de supérfluos e com indícios de superfaturamento realizadas pela Defesa

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)


247 -  A farra do viagra nas Forças Armadas pode virar tema de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). O deputado federal Bira Pindaré, líder do PSB na Câmara, já começou a colher assinaturas para investigar a compra de 35 mil unidades do viagra, remédio associado ao tratamento de disfunção erétil, comprado pelo Ministério da Defesa, revela a coluna do jornalista Lauro Jardim.

Para instaurar a CPI serão necessárias 171 assinaturas.

>>> Além de viagra, Exército também comprou 60 próteses penianas

Pindaré acrescenta que além do gasto com o fármaco, a CPI do Viagra também investigará outras compras de supérfluos e com indícios de superfaturamento realizadas pela Defesa, como os R$ 51 milhões em picanha e filé mignon. 

“A nova Lei de Licitações, que em atenção ao princípio da eficiência e da moralidade, estabelece expressamente que os itens de consumo adquiridos para suprir as demandas das estruturas da Administração Pública deverão ser de qualidade comum, não superior à necessária para cumprir as finalidades às quais se destinam, vedada a aquisição de artigos de luxo", justifica o deputado.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:


O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email