Filipe Martins, assessor do Planalto, faz gesto de supremacistas brancos no Senado (vídeo)

O sinal com as mãos feito por Martins forma as letras "W" e "P", significando "white power", "poder branco" em inglês. O gesto é usado por neo-nazistas e membros do Ku Klux Klan

Filipe Martins
Filipe Martins (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Assessor especial da Presidência da República, Filipe Martins foi flagrado nesta quarta-feira (24) durante sessão remota do Senado fazendo um gesto utilizado por supremacistas brancos nos Estados Unidos.

Enquanto o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) falava, Martins apareceu ao fundo da imagem gesticulando:

O sinal feito por Martins, também entendido como "OK", foi cooptado por supremacistas brancos, como neo-nazistas e membros do Ku Klux Klan, para uso em público, sinalizando sua presença. O gesto forma com as mãos as letras "W" e "P", significando "white power", "poder branco" em inglês.

PUBLICIDADE

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que participava da sessão, entendeu o gesto como uma obscenidade e chegou a pedir que o assessor fosse retirado do local pela Polícia Legislativa. "Eu não sei qual o sentido do gesto do senhor Filipe. Mas é inaceitável, em uma sessão do Senado Federal, durante a fala do presidente do Senado, um senhor estar procedendo de gestos obscenos, ironizando o pronunciamento. Isso é inaceitável, é intolerável. Peço que conduza imediatamente este senhor para fora das dependências do Senado Federal", disse ele.

PUBLICIDADE

O presidente do Senado pediu que o fato fosse apurado. "Eu pedirei à Secretaria-Geral da Mesa, igualmente à Polícia Legislativa, que identifiquem o fato apontado por Vossa Excelência, mas eu não prejudicarei o andamento desta sessão do Senado Federal, porque é muito importante nós ouvirmos o ministro das Relações Exteriores, que aqui comparece para poder fazer os esclarecimentos necessários aos senadores. Identificarei, Senador Randolfe a ocorrência do fato. E, tendo havido de fato, nas circunstâncias serão tomadas todas as providências, e enérgicas, por parte da Presidência do Senado".

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email