Ministros do TCU pedem punição a Pazuello por omissões durante a pandemia

O relator da ação sobre a conduta da Saúde na pandemia, ministro Benjamin Zymler, afirmou que o ex-ministro da Saúde general Eduardo Pazuello evitou combater a Covid-19

Eduardo Pazuello
Eduardo Pazuello (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) defenderam, nesta quarta-feira, 14, uma punição ao ex-ministro da Saúde general Eduardo Pazuello por omissões diante da pandemia do novo coronavírus no Brasil. O relator da ação sobre a conduta da Saúde na pandemia, ministro Benjamin Zymler, afirmou que Pazuello evitou combater a Covid-19.

O ministro alega que o general mudou o plano de contingência do órgão na pandemia para retirar responsabilidades do governo federal sobre o gerenciamento de estoques de medicamentos, insumos e testes.

 “Em vez de expandir as ações para a assunção da centralidade da assistência farmacêutica e garantia de insumos necessários, o ministério excluiu, por meio de regulamento, as suas responsabilidades”, disse Zymler.

PUBLICIDADE

A alegação de Zymler foi acompanhada pelo ministro Bruno Dantas. Ele disse que a gestão do ministério “envergonha” e que já há argumentos de sobra para impor “condenações severas”. Já os ministros Augusto Nardes e Jorge Oliveira pediram vista e o caso deve retornar à pauta em 30 dias. Oliveira é ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência de Jair Bolsonaro.

Caso o argumento do relator seja aprovado, em casos deste tipo, o TCU pode aplicar multas, indisponibilidade dos bens e determinar que o alvo da apuração não possa exercer cargo em comissão ou função de confiança no serviço federal por até oito anos.

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email