PDT, de Ciro Gomes, trai oposição e garante os votos da PEC que permite a Bolsonaro gastar R$ 90 bilhões em ano eleitoral

Com o calote nos precatórios, Jair Bolsonaro terá praticamente um cheque em branco e deputados terão mais recursos para suas emendas

Ciro Gomes e Jair Bolsonaro
Ciro Gomes e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters | Reprodução | PR)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A aprovação da PEC do calote nos precatórios só foi possível porque o PDT, de Ciro Gomes, traiu acordo fechado com a oposição e votou ao lado de Jair Bolsonaro, que agora terá uma margem de R$ 90 bilhões para gastar em ano eleitoral, com seu Auxílio Brasil de R$ 400 e mais recursos para emendas parlamentares. O voto do PDT revoltou a oposição e até aliados de Ciro. Confira algumas reações:

 

 

 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247