CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Provável substituto de Amália Barros é ruralista, bolsonarista e já se envolveu em polêmica na Câmara

Nelson Barbudo, como é conhecido, propôs, por exemplo, a flexibilização de atividades agropecuárias em terras indígenas

Deputado Nelson Barbudo (PL-MT) (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 -  O ex-deputado federal Nelson Ned Previdente, o Nelson Barbudo (PL-MT), deve assumir a vaga de Amália Barros (PL-MT), parlamentar de 39 anos que morreu no último sábado (15), na Câmara dos Deputados, informa o Metrópoles. Ele é o 1º suplente do PL em Mato Grosso e foi o deputado federal mais votado no estado em 2018, mas não conseguiu a reeleição em 2022.

Durante o seu mandato, Barbudo foi suplente nas comissões de Agricultura e Meio Ambiente, e propôs projetos de lei voltados para o agronegócio. Entre os projetos, estavam a flexibilização de atividades agropecuárias em terras indígenas, a pesca esportiva e a limitação no valor de multas ambientais. Ele também foi o relator da proposta para regulamentar e ampliar a caça de animais no país.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Nos debates para a aprovação dessa proposta, Nelson Barbudo se envolveu em uma polêmica com a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP). Na ocasião, em uma discussão com a parlamentar, o bolsonarista mandou Tabata ficar “quietinha e pianinha” e foi acusado de machismo.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO