“A luta pela universidade pública é diária e permanente”, diz reitor da Uerj

Advogado Ricardo Lodi Ribeiro, que assumiu o cargo em janeiro de 2020 e lidera o movimento Uerj Resiste, diz que “os ataques contra a Uerj são contra a universidade pública como um todo”. Assista sua entrevista, na companhia de Carol Proner, à TV 247

Ricardo Lodi Ribeiro
Ricardo Lodi Ribeiro (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

Por Regina Zappa - O reitor da Uerj e advogado Ricardo Lodi Ribeiro, que assumiu o cargo em janeiro de 2020 e lidera o movimento Uerj Resiste, conseguiu, em pouco tempo, fazer uma revolução que trouxe o funcionamento da universidade de volta ao Rio, apesar de todos os ataques fascistas, obscurantistas e privatistas, que tinham por objetivo fechar a instituição. “Os ataques contra a Uerj são contra a universidade pública como um todo. Ninguém se iluda, a luta pela universidade pública é diária e permanente, não podemos descansar nunca”, disse à Estação Sabiá, na TV 247.

Lodi falou ao lado da colega jurista e professora Carol Proner, que chamou a atenção para o desmonte programático do ensino público e se referiu aos êxitos do reitor na universidade, que passou a ser a agência de políticas públicas no estado do Rio de Janeiro. “A Uerj sacudiu a poeira e deu a volta por cima”, afirmou Carol.

“A história da Uerj é a história de resistência pública. Hoje a Uerj não deve nada a ninguém. Tem força na Assembleia e em todas as esferas, independentemente de ideologia. Quando a universidade tem projetos e soluções, os recursos aparecem. O que estamos construindo aqui é consistente, para estabelecer decisões de estado e não de governo.”

PUBLICIDADE

Lodi disse que a Uerj se recuperou “num momento de refluxo da democracia”. A Uerj tomou a decisão de colocar o pobre no orçamento, voltou a conceder bolsas para pós-graduação e muito mais, além de ter sido a primeira universidade com ensino noturno para trazer o trabalhador e a primeira a implementar as cotas. “A Uerj vacinou mais de 70 mil na pandemia.”

O reitor quer que a Uerj seja modelo no plano nacional de universidade pública que serve à população. “Como reitor prometi a mim mesmo que a Uerj não vai voltar a viver o que viveu entre 2017 e 2018”.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email