CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sudeste

Casos de leptospirose dispararam em Petrópolis após chuvas de fevereiro, diz secretaria

Nos três primeiros meses do ano, Petrópolis registrou 99 casos prováveis da doença

Chuvas em Petrópolis, Região Serrana do estado do Rio (Foto: Reprodução (Redes Sociais))
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A tragédia causada pelas fortes chuvas em Petrópolis em fevereiro deste ano fizeram disparar casos de leptospirose, doença bacteriana associada ao contato com água contaminada, informa a Secretaria estadual de Saúde (SES).

Nos três primeiros meses do ano, Petrópolis registrou 99 casos prováveis da doença, ante apenas três notificações no mesmo período do ano passado. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Com os temporais dos últimos dias, a Prefeitura emitiu alerta para a possibilidade de novos casos da doença. Pessoas que tiveram contato com a água ou lama de enchentes e que apresentarem febre associada a dores de cabeça ou a dores musculares devem procurar uma unidade de saúde, reforça a SES.

"É muito importante que a população procure imediatamente um médico caso apresente sintomas compatíveis com a doença. Os serviços de saúde também devem atentar para a inserção da leptospirose na suspeição clínica e diagnóstico diferencial de casos suspeitos de dengue e chikungunya. Historicamente, a notificação de leptospirose aumenta em períodos de chuva", diz o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe, em nota enviada à imprensa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO