Em meio ao aumento no número de internações, Bruno Covas nega a existência de uma segunda onda da Covid-19 em São Paulo

O candidato do PSDB à reeleição na cidade São Paulo disse também que não serão implementadas medidas restritivas e que “há uma estabilidade na pandemia”

Bruno Covas
Bruno Covas (Foto: GOVSP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O candidato à reeleição na cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse nesta quinta-feira (19) que não há uma segunda onda da Covid-19 na capital paulista, apesar de um crescimento de 18% no número de internações.

Covas negou a existência da segunda onda tanto em seu evento de campanha como na entrevista coletiva, assim como a possibilidade de serem implementadas medidas restritivas ou de flexibilização.

“Vamos mostrar que não há segunda onda na cidade e que há uma estabilidade na pandemia”, acrescentou.

O atual prefeito ainda criticou a imprensa por noticiar o aumento no número de internações: “Aqui não há espaço para nenhum discurso extremista, é preciso manter os cuidados, mas não há nenhum número que indique necessidade de lockdown como alguns vem espalhando em fake news”, disse. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247