'Bolsonaro quer comprar votos com aumento do Auxílio Brasil. É um absurdo', diz Gleisi

"Querem burlar a lei eleitoral e dar um novo benefício às vésperas das eleições", denuncia a presidente do PT

www.brasil247.com - Gleisi Hoffmann
Gleisi Hoffmann (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)


247 - A presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), afirmou, segundo Bernardo Mello Franco, do jornal O Globo, que Jair Bolsonaro (PL) quer aumentar o Auxílio Brasil para R$ 600 para, na prática, comprar votos a cem dias do primeiro turno da eleição presidencial. Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (23) aponta para uma vitória do ex-presidente Lula (PT) no primeiro turno.

Dentro do pacote de "bondades" do governo está também um possível subsídio a caminhoneiros, para compensar a alta dos combustíveis. "É uma coisa absurda. Querem mudar a Constituição para burlar a lei eleitoral e dar um novo benefício às vésperas das eleições", denuncia Gleisi.

A parlamentar, no entanto, afirmou que o povo não cairá em simples armadilhas como a que tenta emplacar Bolsonaro. "Isso não vai comprar o voto do povo pobre. Esse tempo já passou".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A deputada afirmou que o PT ainda não sabe como se posicionar diante do possível pacote de "bondades". Se opor às propostas do governo pode passar ao eleitorado a sensação de que o partido está contra benefícios à população. "Vamos discutir nossa estratégia no início da semana. Mas queremos esclarecer a população de que isso é puro oportunismo eleitoral", declarou a presidente da legenda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email