CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Michel Zaidan avatar

Michel Zaidan

382 artigos

blog

A impotência da diplomacia

Nunca a diplomacia foi tão impotente diante do genocídio praticado e anunciado, como vem sendo praticado pelas tropas israelenses

(Foto: Reuters)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Nunca a diplomacia foi tão impotente diante do genocídio praticado e anunciado, como vem sendo praticado pelas tropas israelenses, com o apoio militar e financeiro americano. O representante de Israel na ONU pediu a demissão do secretário-geral, pela denúncia  da opressão colonial a que vem sendo submetido o povo palestino. Está em curso um processo de limpeza étnica na faixa de Gaza, com cerco e “black” total das comunicações. É a reedição  do gueto  de Varsóvia. Morrerão  milhares de palestinos sob o intenso bombardeio  e as incursões  por terra das tropas.

Não há como sair desse inferno. Ninguém  quer refugiados políticos ou de guerra, além do medo das retaliações de Israel. Nem corredores humanitários, nem ajuda humanitária. Não haverá covas suficientes para sepultar os palestinos. E não se move uma palha. Estão sendo censuradas manifestações de apoio à Palestina. Até listas de nomes e entidades estão sendo entregues à embaixada americana no Brasil. O mundo vai continuar entregue a força do mais forte. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Essa é a ordem internacional que nós temos. Estado de natureza, sem direitos ou sanções. Tudo em nome da autodefesa ou sobrevivência,  mesmo o massacre de inocentes, chamado de efeito colateral. Até Nietzsche negaria absolutamente uma prática supremacista como essa. Não é  justo, digno ou moral que o mais forte usurpe, oprima e sufoque  o mais fraco pela conquista do autointeresse. É preciso rever urgentemente  essa prática. A Palestina tem direito de existir como Estado soberano e livre, apoiado pela comunidade  internacional.

PS - Regime internacional de direitos humanos á lá carte. Cada um cumpre ou respeita o que quer. Uns se submetem  às leis internacionais e reconhecem a jurisdição do Tribunal  Penal Internacional.Outros, não. Parece o mundo hobbesiano, não é o mundo kantiano da paz perpétua.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO