Aécio se vinga de Doria na eleição da Câmara

Após quase ter virado pó, o tucano Aécio Neves parece que voltou à ativa – para alegria do “capetão” Jair Bolsonaro. O jornal O Globo relata que "aliados do governador de São Paulo, João Doria, atribuem o apoio de parte da bancada do PSDB ao deputado Arthur Lira (PP-AL) na eleição para a presidência da Câmara Federal a uma ação nos bastidores do deputado Aécio Neves (PSDB-MG)".



Após quase ter virado pó, o tucano Aécio Neves parece que voltou à ativa – para alegria do “capetão” Jair Bolsonaro. O jornal O Globo relata que "aliados do governador de São Paulo, João Doria, atribuem o apoio de parte da bancada do PSDB ao deputado Arthur Lira (PP-AL) na eleição para a presidência da Câmara Federal a uma ação nos bastidores do deputado Aécio Neves (PSDB-MG)".

O PSDB era um dos partidos do bloco costurado por Rodrigo Maia (DEM-RJ), que tentou, sem êxito, emplacar Baleia Rossi (MDB-SP) no comando da Casa. Mas, segundo o jornal, vários tucanos traíram a cúpula da legenda. "Pelo menos oito deputados do PSDB, de um total de 31, são ligados a Aécio Neves".

O jornal ainda especula: "Nos bastidores, segundo fontes da sigla, Aécio contava que quase metade da bancada poderia votar em Lira, a despeito do apoio a Baleia. A votação foi secreta. O resultado só não foi pior porque João Doria e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pediram que os parlamentares continuassem no bloco".

Bolsonaro e o tucano mineiro

Para aliados do governador paulista, Aécio Neves se vingou do rival paulista que tentou expurgá-lo da sigla. "Em agosto de 2019, quando o PSDB rejeitou o pedido de expulsão do mineiro, Doria afirmou que o 'velho PSDB esconde sujeiras' e que iria 'até o fim’ para expulsar Aécio". Agora, o mineiro deu o troco no paulista, que perdeu força em seu projeto para disputar a presidência da República.

Na ocasião, o tucano mineiro se livrou da expulsão com 33 votos a favor e três contra na executiva do PSDB. "O relator do processo interno, que descartou a punição, foi o deputado Celso Sabino (PA), que recentemente defendeu a candidatura de Arthur Lira". Aécio Neves mostra que ainda aspira novos voos em sua carreira, talvez em uma aliança futura com o “capetão” Jair Bolsonaro.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email