De volta ao ponto essencial: pobres contra ricos

Enquanto o Brasil retornou ao Mapa da Fome da ONU, o número de milionários brasileiros não parou de crescer, escreve Paulo Moreira Leite

www.brasil247.com -
(Foto: Vladimir Platonow/ABr)


Imagine um país onde o número de milionários -- patrimônio de pelo menos 4,7 milhões de reais, ou um milhão de dólares  -- apresenta um crescimento contínuo.  Em 2018 o total de cidadãos nessa condição chegava a  278 000.  Em apenas dois anos, esse número cresceu para 373 000. 

Para 2025, a projeção é um novo crescimento. Até lá, devem surgir 108 000 novos milionários, que irão totalizar 481 000,  informa o departamento de pesquisa do Credit Suisse, um dos maiores bancos do planeta. (Exame, maio, 2022). 

Como você deve imaginar, este país é o Brasil e estes números refletem o período iniciado pelas reformas neoliberais de Michel Temer-Henrique Meirelles, com o pesadelo Jair Bolsonaro-Paulo Guedes em sequencia. Neste mesmo país, 39 milhões vivem na pobreza, com renda mensal até R$ 775. Outros treze milhões se encontram na extrema pobreza, com renda mensal per capta inferior a R$ 89 por mês, ou menos de 2 reais por dia. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Se a ideia de que o Brasil é uma terra de contrastes já produziu trabalhos sociológicos essenciais,  expondo a desigualdade lancinante que marca nossa sociedade desde sempre, não há dúvida de que este conflito entre interesses fundamentais assumiu uma forma insustentável nos tempos atuais -- e será a grande questão de uma campanha presidencial que entra em seus momentos decisivos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Unindo um indispensável programa de estímulos ao crescimento econômico com políticas públicas bem sucedidas de apoio a população carente, em 2014, no governo Lula,  o Brasil saiu do Mapa da Fome da ONU. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Retornou em 2018, com Michel Temer e, em 2020, no segundo ano do governo Bolsonaro, 55,2% da população levantava da cama sem saber se seria capaz de  alimentar-se adequadamente durante o dia. 

Neste mesmo período, registra o Credit Suisse, os milionários se multiplicavam -- se tudo continuar como está, chegarão perto de reunir meio milhão de pessoas. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nunca foi tão fácil reconhecer os interesses em jogo na campanha presidencial de um país.

Alguma dúvida?

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email