CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Paulo Silveira avatar

Paulo Silveira

Sócio fundador do Observatório das Adições Bruce K Alexander (www.observatoriodasadcoes.com.br). Membro fundador do movimento "respeito é BOM e eu gosto!" (www.reBOMeg.com.br)

25 artigos

blog

Dependência Química?

O parque dos ratos somente ganha repercussão internacional recentemente devido a internet

(Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Final dos anos 1960, início dos anos 1970, período em que se inicia uma revolução da moral, dos hábitos e costumes da sociedade burguesa, capitalista, ocidental, patriarcal que imperava até ali. Seus líderes são jovens com seus cabelos “longos”, com calças largas e desbotadas, tocando rock em suas guitarras elétricas e frenéticas, se comunicando com gírias que produziam novas linguagens complementadas por gestos, que se amavam pelas esquinas. Nasciam assim os Beatles, Rolling Stones, Led Zeppelin, Pink Floyd entre inúmeros outros com suas músicas que falavam de amor, mas também protestavam contra tudo que estava posto até ali. 

Com eles, os hippies; e com os hippies, eventos grandiosos como maio de 1968, quando jovens iniciam em Paris uma série de greves e protestos exigindo “paz e amor”, apontando para um futuro bastante distinto de um passado de guerras, bombas atômicas, regimes nazistas, fascistas, racistas, belicistas etc onde, como diz nosso poeta Caetano Veloso, “Narcíseo acha feio o que não é espelho”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
68

No Brasil, em plena ditadura militar, a “passeata dos 100 mil” arrasta para as ruas da cidade do Rio de janeiro 100 mil cidadãos (a imensa maioria de jovens estudantes, mas também artistas, intelectuais) que ambicionavam um convívio social fraterno, solidário, com a sociedade tendo como valor maior a cumplicidade, o acolhimento das diferenças como um fator enriquecedor onde todos e todas pudessem conviver em paz e amor.

woodstock

3 anos depois, surge Woodstock, um festival de música aparentemente despretensioso, organizado por um pequeno grupo de jovens, que surpreendentemente,reúne 500 mil pessoas, durante 3 dias seguidos, em uma fazenda nos USA, onde imperou paz, amor e rock and roll https://www.youtube.com/watch?v=II-wxfVl1Fg . 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Toda aquela juventude que ambicionava por novos padrões de relacionamento. 

woodstock

Rapidamente “Paz e Amor” torna-se o lema central de toda uma geração. Nessa mesma época o regime comunismo se espalhava pelo mundo, estendendo seus tentáculos por toda a Europa Oriental, Cuba e ameaçava a América Latina tendo Ernesto Che Guevara, como seu símbolo maio.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
che

Para agravar a situação, os USA sofreram uma sequência de derrotas nas guerras travadas na Ásia para regimes comunistas totalitários. Primeiro foi na Coréia, depois no Camboja e, por último a mais vergonhosa, no Vietnã!

vietna

A sociedade capitalista, burguesa, autocentrada, narcísica, egoísta corria sérios riscos, e o único “argumento” conhecido pelos que se mantinham no poder até ali, a violência desmedida, não se justificava contra uma “revolução” que buscava a paz, o amor, a solidariedade, ... Era preciso encontrar alguma justificativa para que os “dono do poder” pudessem continuar matando, roubando, espoliando, torturando, aprisionando a todes que agissem contra seus interesses. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em 1971, o presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, identifica e nomeia uma meia dúzia de substâncias psicoativas “de drogas” e atribui a elas a culpa pela destruição da sociedade vigente até ali “próspera e justa”, que levaria a todos nós ao paraíso, alicerçada em valores como a meritocracia, a caridade, a “família burguesa, patriarcal”, na religião católica, apostólica, romana, justa, supostamente governada por regimes democratas que havia recém derrotado o nazismo e lança a “Guerra às Drogas” durante a reunião anual da ONU e autointitulando os USA como os defensores dessa sociedade ameaçada pelas drogas, o que significa dizer que os USA se permitiriam empregar todos os meios necessários para eliminar o perigo das drogas em qualquer lugar do mundo que esse perigo surgisse. 

Para se ter uma ideia do que isso significou, a organização sem fins lucrativos Drug Policy Alliance estima que apenas os Estados Unidos gastaram cerca de 51 bilhões de dólares na “guerra às drgas”. Paralelamente a tudo isso, um grupo de jovens cientistas canadenses, liderados por um recémformado psicólogo Bruce K. Alexander, acompanhado por outros 26 jovens e inexperientes cientistas também recém formados, resolve aprofundar seus estudos a respeito da vinculação entre os usuários de drogas e as substâncias psicoativas, uma vez que tudo o que sabíamos a esse respeito era através de experiências feitas com camundongos isolados em gaiolas, onde lhes era oferecido drogas as quais eles consumiam até a morte! Essa experiência fica mundialmente conhecida como “O Parque dos Ratos”, retratada também em forma de cartum em https://www.stuartmcmillen.com/pt/comic/ratolandia/.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Infelizmente para toda a humanidade a ONU proíbe sua divulgação, uma vez que ela desqualifica todos os princípios da “Guerra as Drogas”, principalmente o seu argumento central a “dependência química”. O parque dos ratos somente ganha repercussão internacional recentemente devido a internet, que permite a todes nós trocarmos informações e há alguns pesquisadores e cientistas que cada vez mais comprovam sua legitimidade seja na prática do seus dia a dia ou em experiências complementares como acontece com Karl Hart e retratado em seu livro “Um Preço muito Alto”.

Bruce recentemente nos brindou com o artigo, a seguir, publicado no livro “Criminalização ou acolhimento, políticas e cuidados a pessoas que também fazem uso de drogas”, o qual está disponível no site do Observatório das Adições Bruce K. Alexander (www.observatotiodasadicoes.com.br), na aba publicações. Deliciem-se, usufruam e caso queiram continuar essa conversa, façam contato conosco que teremos um enorme prazer em trocarmos informações a esse respeito.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Para concluir um convite: o Observatório das Adições Bruce K. Alexander realiza uma roda de conversa VIRTUAL, a qual apelidamos de “Papo de 2ª”, toda segunda feira, das 20:00 às 22:00 horas, espaço esse aberto a todes que queiram trocar informações e, consequentemente, construir conhecimento a respeito das “Adições”. Para se inscrever basta enviar um zap para +55 11 96381-3130. Te esperamos lá!

Além do Papo de 2ª temos nosso canal no youtube no qual publicamos os vídeos dessa nossa roda de conversa, além os de inúmeros outros debates, palestras, participações em congressos inclusive com o próprio Bruce @observatoriodasadicoesbruc4135.

Felicidades para todes. 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO