No mundo real Lula já está eleito

www.brasil247.com - Luiz Inácio Lula da Silva
Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Ricardo Stuckert)


Os últimos dois dias de campanha foram determinantes para que o mundo percebesse a distância entre o que está no entorno de Lula e Bolsonaro; o comportamento das militâncias, as reivindicações, o respeito pelas causas, as propostas de governo, e o que representam para o presente e futuro deste país. 

Lula passou por Belford Roxo com a alegria de sempre quando visita a Baixada Fluminense, com a autoridade de quem construiu casas, criou Universidades, Hospitais e Farmácias Populares, para que crianças, jovens, adultos e idosos vivam com dignidade. 

No Complexo do Alemão, que não é ‘terra do tráfico’, mas uma comunidade que virou bairro, localizado no subúrbio da Leopoldina entre os bairros de Ramos, Olaria, Bonsucesso, Inhaúma e Higienópolis, a caminhada e o comício fez colorir mais ainda a colorida cidade do Rio de Janeiro. A faixa “Favelas com Lula” se destacava entre dezenas de outras. 

O evento proporcionou fotografias que ficarão eternizadas na história das campanhas, como a que divide a rua tomada pelo povo e as casas na favela; e a mais simbólica e representativa, que entendedores entenderão, a de Lula segurando uma bandeira do SUS, uma resposta que diz mais do que qualquer debate. 

Saindo do Rio Lula foi para Salvador, onde fez caminhada gigante e festiva ao lado do candidato ao governo do Estado, Jerônimo Rodrigues. A quantidade de pessoas presentes fez Lula se emocionar e dizer que “em outra encarnação eu fui baiano”. 

Na Basílica de Aparecida, no dia da Padroeira do Brasil, o presidente e candidato à reeleição passava vergonha dentro e fora da Igreja. O Arcebispo foi vaiado por bolsonaristas segurando latas de cerveja quando pregava contra a fome e o ódio na praça da Basílica, sob alegação de que era campanha disfarçada para Lula.  

A arruaça dos ignorantes também partiu para cima da equipe de TV de Aparecida, impedindo que registrassem imagens dos fiéis. Dentro da Basílica o Arcebispo Dom Orlando Brandes disse que, “hoje não é dia de pedir voto”, após Bolsonaro deixar a Basílica. 

Disse Dom Brandes na homilia em clara mensagem a Bolsonaro: “Maria venceu o dragão. Temos muitos dragões que ela vai vencer. O dragão, que é o tentador. O dragão, que já foi vencido, a pandemia, mas temos o dragão do ódio, que faz tanto mal, e o dragão da mentira. E a mentira não é de Deus, é do maligno. E o dragão do desemprego, o dragão da fome, o dragão da incredulidade”. 

Faltam dezessete dias para a eleição, tempo suficiente para quem ainda tem dúvida, tomar uma decisão entre o mundo real e o paralelo. O jogo é sujo e os fascistas não vão entregar a ‘paçoca’, vão jogar com as armas dos desesperados e, quando chega nesse ponto, podemos esperar de tudo. Por isso temos que nos manter em vigília para qualquer situação que ameace a democracia e a república. 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247