CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Francisco Calmon avatar

Francisco Calmon

Ex-coordenador nacional da Rede Brasil – Memória, Verdade e Justiça; membro da Coordenação do Fórum Direito à Memória, Verdade e Justiça do Espírito Santo. Membro da Frente Brasil Popular do ES

96 artigos

blog

Os autocratas

Bolsonaro e Netanyahu são corruptos e genocidas, e pelo bem da humanidade terão fim igual: processo e cadeia.

Jair Bolsonaro e Benjamin Netanyahu (Foto: Alan Santos - PR)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Bolsonaro e Netanyahu são corruptos e genocidas, e pelo bem da humanidade terão fim igual: processo e cadeia.

Enquanto Lula é o estadista da paz, da conciliação e harmonia entre os povos, fala com o coração da empatia, os outros expelem as bílis da beligerância, falam com o fígado, vociferam ódio e ateiam fogo. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A justiça para processos contra o Estado democrático de direito é a justiça comum a todos os brasileiros. Os réus, não importa se civil ou militar, pois, se houver essa divisão, estar-se-á admitindo um estado dentro do outro, ou paralelos. O Exército ao vazar que está preparando as condições carcerárias para receber militares está tentando induzir critério não pacificado.

Padres ou freiras criminosas ficariam nos conventos? Os budistas de igual modo ficariam nos seus templos? 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Bolsonaro e Netanyahu são criminosos de muitos tipos penais. Se enquadram em ampla tipologia.

Lula é protagonista da luta ideológica que a esquerda tanto demandava: Juros/rentismo/ dívida pública; Ucrânia e a geopolítica; Palestina e Gaza; paz x guerra; fome/desemprego/ concentração de renda; presidencialismo e parlamentarismo mambembe e ilegítimo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Lamentavelmente não está sendo acompanhado pelos partidos, intelectuais e lideranças de esquerda. Parece que no timing de engrossar o coro, se escondem.

Vazou que o general Braga Neto vivia insuflando o capitão no pé do ouvido (ou com a mão no saco) para realizar o golpe à democracia, isso não exime a responsabilidade de Bolsonaro de seus crimes monstruosos de lesa-humanidade e lesa-pátria, contudo, criminaliza ainda mais a dupla derrotada na eleição.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Crimes comuns, por mais hediondos que sejam, são da alçada da justiça comum, bem como as prisões de militares da reserva em presídios comuns, até o trânsito em julgado ficam nas dependências carcerárias da Polícia Federal.

Irão presos como foram Temer e outros políticos para a sala da PF, e depois para a papuda, se condenado, e de segurança máxima, pois são de alta periculosidade.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Assistir a carnificina, a destruição, o genocídio, de crianças, mulheres, civis, as implosões dos hospitais pelas armas assassinas do governo de Israel e ficar calado, é ser cúmplice dessa história.

O secretário dos EUA veio passar mel ou fel?

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A Globo está apaixonada pelo Dino. E aí, Brizola, o que está achando?

Quem cala consente, quem cala é porque tem a esconder. Bolsonaro e os militares que assim se comportaram no depoimento não estão a favor da justiça, e, sim, de obstruí-la. 

A Justiça (PGR, STF) precisa advertir que quem convoca uma manifestação é responsável pelo que vier a acontecer. 

O golpismo segue em marcha, o governador de SP é peça-chave, seu riso nervoso ao galanteio de Lula se compara ao beijo de judas. 

Vão esperar tocar rebu no dia 25 para depois correr atrás dos prejuízos ou evitar que coloquem fogo, porque depois fica difícil apagar, é uma lição da história.

Enquanto os militares criminosos não forem exemplarmente punidos pelo poder civil, continuarão a conspirar e atentar contra a democracia, como historicamente sempre fizeram.

Quando Lula não assume a pauta da Justiça de Transição, somos veementes na crítica, mas quando enfrenta questões político-ideológicas com coragem é preciso aplaudir de pé.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO