Pandora Papers e resumo da ópera

www.brasil247.com - Guedes diz não ter como pagar R$90 bi de precatórios sem cometer crime de responsabilidade fiscal
05/08/2021
REUTERS/Adriano Machado
Guedes diz não ter como pagar R$90 bi de precatórios sem cometer crime de responsabilidade fiscal 05/08/2021 REUTERS/Adriano Machado (Foto: REUTERS/Adriano Machado)


Por Davis Sena Filho

Resumo da ópera: as duas principais autoridades monetárias, econômicas e fazendárias do País, responsáveis pelas políticas fiscais, a estabilidade da moeda, o equilíbrio do câmbio, o controle das remessas de lucros, pelo crescimento da economia e o combate à inflação, a resguardar o papel e a diferença de cada cargo, possuem contas em paraísos fiscais.

Nessas offshores, onde se lava também dinheiro sujo, inclusive o proveniente da corrupção, não se paga impostos, escamoteam fortunas, sendo que rotineiramente milionários de vários ramos e atividades e autoridades do mundo inteiro sonegam impostos e fazem remessas ilegais de dinheiro. São, na verdade, grandes quantidades de dinheiro não fiscalizadas e contabilizadas pelos governos, apesar de dizerem que offshores são legais etc... Blá blá blá...

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

E exatamente as duas autoridades mais importantes do Brasil sobre questões e assuntos econômicos e monetários remetem fortunas para paraísos fiscais, na maior infâmia possível, pois a ocupar cargos de importâncias relevantes no serviço público, a causar grave insegurança institucional e desconfianças quanto à moral e à honestidade das duas autoridades brasileiras citadas no escândalo Pandora Papers.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um se chama Paulo Guedes, ministro da Economia; o outro atende pelo nome de Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cadê a PGR, a PF e a Justiça? Cadê os golpistas que arrasaram com a economia do Brasil e a autoestima de dezenas de milhões de brasileiros mais simples? Cadê os cafajestes que foram às ruas a apoiar golpe de estado, ajudar a desmontar o estado brasileiro, chamar todo mundo de ladrão e vestir a camisa amarela da corrupta CBF? 

Cadê o Grupo Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Veja e cia, com suas matérias e opiniões tendenciosas, manipuladoras e mentirosas, a fazerem o verdadeiro, o autêntico e genuíno jornalismo de guerra e de esgoto? Escafederam-se! E esses caras enriquecem há séculos com a tragédia brasileira, retratada no abandono e descaso do Estado burguês e na pobreza e miséria. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ah, se fosse o Lula, a Dilma e o PT... A essas horas estariam a comer fogo e durante dias seriam chamados de ladrões e corruptos pelos verdadeiros ladrões e corruptos, como aconteceu em passado mais do que recente. Vamos ver se os filhos diletos da casa grande escravocrata vão para a cadeia ou pelo menos caem do poder, pois nem no inferno se aturaria tanta falta de vergonha na cara e vocação para a vilania, a criminalidade e a Pandora Papers. É isso aí.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email