Se Lula for eleito no primeiro turno e se não

'Atacar a fome e a miséria. Dar além do pão, trabalho e desenvolvimento para essa gente', diz o colunista Miguel Paiva sobre um possível governo lula

(Foto: Miguel Paiva)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Se Lula for eleito no primeiro turno:

Começaremos a reconstruir o Brasil. Vai dar trabalho. Vamos ter que trabalhar muito e tomar cuidado com a reação dos bolsonaristas. Precisamos desarmar o país, diminuir o ódio, recuperar o amor e a solidariedade, restabelecer o contato gentil com vizinhos, parentes, conhecidos, colegas, ex-namoradas e ex- amigos. Voltar a atenção para a educação, para a saúde a para a moradia. Reestabelecer os programas sociais, as obras de infraestruturas, o sistema de cotas e a cultura em geral. Voltar a financiar o teatro, o cinema, as artes plásticas e a literatura. Voltar a dar espaço para as identidades, as representatividades, as variadas culturas, os indígenas, quilombolas, pretos, mulheres e LGBTQIA+. Voltar a andar pelas ruas sem temer atos de violência. Cumprimentar seus conhecidos na esquina, voltar a sorrir.

continua após o anúncio

Reequilibrar as demandas do mercado com a oferta de serviço e mão de obra. Aumentar o emprego, os salários e diminuir os impostos dos pobres para aumentar o dos ricos. Redistribuir na medida do possível a renda nacional. Esse termo sempre assustou os liberais e a burguesia assim como desfazer o que não ficou bom na reforma trabalhista. Tratar de outro modo os aposentados. Valorizar nossos idosos e nossas crianças. Voltar a acreditar na ciência e vacinar totalmente nosso povo.

Atacar novamente a fome e a miséria como já fizemos. Erradicar essa tragédia e dar além do pão, a possibilidade de trabalho e desenvolvimento para essa gente. Voltar a falar de vida e de futuro. Pensar no Brasil como uma nação-mãe que acolhe e abraça seus filhos. Voltar a torcer pela seleção sem medo de ser confundido com um bolsonarista. Atacar a violência e as milícias com a lei e o Estado, usando a justiça como fiel da balança para esses julgamentos. Fazer pagar quem deve e não passar pano nos crimes cometidos, porque pano passado é o sinal para a volta dos criminosos. Quem deve, paga, quem não deve aproveita o seu país como um cidadão exercendo seus direitos. Devo ter esquecido alguma coisa, mas não importa. Será uma festa e vamos cantar e sorrir como há muito tempo não fazemos.

continua após o anúncio

************** 

Se Lula não for eleito no primeiro turno é só esperar até dia 30 de outubro e fazer tudo isso que escrevi acima.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247