CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Bepe Damasco avatar

Bepe Damasco

Jornalista, editor do Blog do Bepe

580 artigos

blog

Trabalhadores impõem primeira derrota a Milei

"Parte expressiva do povo está na rua e não parece disposta a sair", analisa Bepe Damasco

Javier Milei (Foto: Reuters/Matias Baglietto)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Atônito com o resultado da eleição argentina, naquele fatídico domingo em que a tragédia se consumou, tentei examinar com lupa a votação final em busca de alguma esperança de resistência ao rolo compressor que estava por vir.

Enxerguei nos 45% de eleitores que votaram no peronista Sérgio Massa um motivo de preocupação para Milei. É que neste contingente se encontram milhões de pessoas com alto nível de consciência política e experimentados em protestos e mobilizações de rua, que são tradicionais no país vizinho e marcam sua história.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

E, menos de um mês depois de sua posse, o fascista lunático teve que amargar nesta quarta-feira (3) a decisão da Câmara Nacional do Trabalho, a Justiça do Trabalho deles, de suspender a parte do Decreto de Necessidade de Urgência (DNU) que afetava os direitos dos trabalhadores.

A proteção fora solicitada pelos sindicatos. A Central Geral dos Trabalhadores (CGT) comemorou, mas confirmou a greve geral marcada para 24 de janeiro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Tem um inegável peso simbólico o fato de a primeira derrota ter sido imposta pelos trabalhadores, através de suas entidades representativas. Politicamente, do ponto de vista da esquerda e dos setores progressistas, é bem-vindo o protagonismo da classe trabalhadora no movimento de resistência, embora, por óbvio, a frente de luta deva ser a mais ampla possível.

Mas não há dúvida de que os mais prejudicados pela tentativa insana de Milei de destruir o Estado argentino, levando de roldão direitos e conquistas da sociedade e reduzindo a pó a proteção social, serão os que vivem do trabalho. E a decisão da Justiça é um combustível a mais para o sucesso da greve geral do dia 24.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O problema de Milei é o tamanho da parcela da população disposta a enfrentá-lo. E não teve esta história de trégua e silêncio obsequioso em relação a governo recém-empossado. Das primeiras horas depois de anunciar o pacote até hoje, Miliei não teve paz.

E nem terá. Parte expressiva do povo está na rua e não parece disposta a sair. Já é a segunda semana dos "cacerolazos", que é como eles chamam os panelaços, aliás, uma modalidade de protesto criada pelos próprios argentinos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ontem, depois do revés judicial de Milei, uma nova onda de "cacerolazos" tomou conta da Grande Buenos Aires. Vendo as imagens, um cartaz me chamou especial atenção: "Lixo Miliei, você é a ditadura. Quando você vai embora?"

É isso.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO