CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Haddad defende declaração de Lula contra massacre em Gaza: "grito de socorro pertinente"

"Não podemos ficar indiferentes ao que está acontecendo [em Gaza], que é muito grave", ressaltou o ministro da Fazenda

Fernando Haddad (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro Fernando Haddad, da Fazenda, foi mais uma autoridade a defender o discurso do presidente Lula (PT) em repúdio ao genocídio promovido por Israel contra a população da Faixa de Gaza. De acordo com Haddad, a fala de Lula em defesa do povo palestino foi "pertinente" e representa um "grito de socorro" para que o massacre, que já vitimou mais de 30 mil pessoas, pare. 

A declaração de Haddad ocorreu durante entrevista à GloboNews nesta quarta-feira (21). Questionado sobre Lula ter comparado o genocídio em Gaza ao Holocausto, o ministro afirmou que "é possível discutir uma palavra ou outra do presidente", mas ressaltou: "Não podemos ficar indiferentes ao que está acontecendo [em Gaza], que é muito grave".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Eu não gostaria de sair da essência, que é buscar a solução para aquele problema, de preferência com dois Estados, como está previsto na resolução das Nações Unidas", acrescentou Haddad.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO