Lindôra Araújo, que blinda Bolsonaro, recebeu promessa de assumir a PGR em caso de reeleição

Assunto vem sendo discutido por meio de "reuniões secretas" mantidas entre ambos desde 2020

www.brasil247.com - Bolsonaro e Lindôra Araújo
Bolsonaro e Lindôra Araújo (Foto: Clauber Cleber Caetano/PR | Nelson Jr./SCO/STF)


247 - Jair Bolsonaro (PL) teria prometido que, se reeleito, entregará à vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR) após a saída de Augusto Aras, em 2023. 

De acordo com a coluna do jornalista Guilherme Amado, do Metrópoles, o assunto vem sendo discutido por meio de “reuniões secretas" mantidas entre eles desde 2020. Lindôra, vista por seus pares como uma das servidoras mais conservadoras da PGR, vem blindando Bolsonaro de diversas ações judiciais que chegam ao órgão. 

>>> CPI da Covid: PGR pede ao STF o arquivamento de apurações contra Bolsonaro 

“As duas primeiras reuniões entre os dois ocorreram por intermédio do ex-deputado federal Alberto Fraga, que levou Lindôra ao Palácio da Alvorada para apresentá-la ao presidente – à época, ela era coordenadora da Assessoria Jurídica Criminal da PGR”. Após os encontros, que contaram com a participação de Aras, Bolsonaro teria dito a Fraga que “gostou” das conversas mantidas com ela. 

>>> Senadores vão ao STF contra Lindôra Araújo após PGR pedir arquivamento de apurações da CPI da Covid 

Na última ação para blindar o atual ocupante do Palácio do Palácio do Planalto, Lindôra pediu ao STF o arquivamento de sete das 10 apurações preliminares envolvendo Bolsonaro, além de ministros, ex-ministros e o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, por crimes cometidos durante a pandemia de Covid-19. Os pedidos de investigação foram baseados nas conclusões finais do relatório da CPI da Pandemia.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247