Múcio diz que núcleo de acampamento bolsonarista em Brasília tinha ligação com as Forças Armadas: “virou um clube de amigos”

“O erro foi não ter impedido a entrada dos ônibus e permitido a entrada das pessoas [no acampamento]. Então aquilo que era 200 [pessoas] numa noite virou 4.000”, completou Múcio

www.brasil247.com - Entrevista coletiva do ministro da Defesa, José Mucio Monteiro.
Entrevista coletiva do ministro da Defesa, José Mucio Monteiro. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)


247 - O ministro da Defesa, José Múcio, disse nesta terça-feira (24) em entrevista à GloboNews, que o núcleo de coordenação dos acampamentos montados em frente ao quartel-general do Exército, em Brasília, tinha ligação com as Forças Armadas. Segundo Múcio, por este motivo ele teve muita dificuldade de “tirar o núcleo desse movimento”. As informações são do site Poder 360. 

“Eu tinha certeza que estava mexendo ou negociando com gente que tinha ligação até com as próprias Forças Armadas”, declarou.

>>> PGR diz que acampamento bolsonarista tinha teatro de fantoches e massagens para “entreter” golpistas

Múcio acrescentou que a ‘vila’ acabou se tornando um ‘clube de amigos’, aparentemente inofensivo. “Eu passava ali [em frente ao QG] 2x por dia, de manhã e de noite. Você via senhoras, você via pessoas em cadeira de roda e jogando baralho, virou ali um clube de amigos. O erro foi não ter impedido a entrada dos ônibus e permitido a entrada das pessoas [no acampamento]. Então aquilo que era 200 [pessoas] numa noite virou 4.000”, finalizou. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247