CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

PF indicia Zambelli, que pode perder o mandato

A PF concluiu o inquérito do caso sobre a invasão aos sistemas do CNJ e enviou o relatório à PGR, que ficará encarregada da decisão de denunciar ou não Zambelli ao STF

Carla Zambelli (Foto: Lula Marques/EBC)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Polícia Federal indiciou a deputada federal bolsonarista Carla Zambelli (PL) e o hacker Walter Delgatti Neto pelos crimes de invasão de dispositivo informático e falsidade ideológica, no âmbito do caso do hackeamento ao sistema do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A informação é do blog da Andreia Sadi no portal g1.

A PF concluiu o inquérito do caso e enviou o relatório à Procuradoria-Geral da República (PGR), que ficará encarregada da decisão de denunciar ou não Zambelli ao Supremo Tribunal Federal (STF). O possível julgamento - que teria relatoria do ministro Alexandre de Moraes na Corte - pode levar à cassação do mandato da deputada.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A invasão ao sistema do CNJ teve como objetivo inserir documentos falsos, como um mandado de prisão forjado contra Moraes, imitando até mesmo a assinatura do ministro, além de ordem de quebra do sigilo bancário e dois recibos de bloqueio de bens de Moraes.

Os agentes da PF avaliam que, além de Zambelli instigar Delgatti a invadir o sistema do CNJ, a bolsonarista também divulgou os documentos falsos inseridos no sistema para jornalistas, a fim de manchar a credibilidade de autoridades do Judiciário.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO