CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

"Uma honra para a biografia de Lula", diz Fepal sobre ser declarado 'persona non grata' em Israel

Federação Árabe Palestina do Brasil defende que o país rompa imediatamente seus laços diplomáticos com Israel

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Após os ataques dirigidos ao presidente Lula (PT) por sua fala contra o genocídio promovido pelo governo israelense contra o povo palestino na Faixa de Gaza, o mandatário brasileiro foi declarado 'persona non grata' em Israel.

A Federação Árabe Palestina do Brasil (Fepal) classificou o 'status' como "uma honra para a biografia de Lula" e defendeu que o Brasil rompa imediatamente seus laços diplomáticos com Israel. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O que motivou a reação de Israel foi uma declaração de Lula durante sua viagem à África. Ele comparou a ação de Israel em Gaza ao massacre de Hitler contra judeus. "O que está acontecendo na Faixa de Gaza e com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu quando Hitler resolveu matar os judeus". Lula recebeu prontamente o apoio de um grupo de rabinos ortodoxos do Torah Judaism.

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO