Ex-mulher de Pazuello não procurou a CPI e não dará depoimento, diz Patrícia Lelis, que afirmou ter falado com Andrea Barbosa

No Twitter, Patrícia diz ter conversado com Andréa Barbosa, ex-esposa de Eduardo Pazuello, e ainda perguntou ao jornalista Lauro Jardim, que havia divulgado a notícia, se ele chegou a procurá-la

www.brasil247.com -
(Foto: Leopoldo Silva)


247 - A jornalista Patrícia Lelis diz ter conversado com Andrea Barbosa, ex-esposa do general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, e afirmou não ser verdadeira a notícia de que ela teria procurado a CPI da Covid interessada em dar um depoimento.

A informação de que Andrea teria enviado um email à CPI foi publicada neste domingo (27) na coluna de Lauro Jardim, no Globo. Patrícia Lelis indagou o jornalista pelo Twitter se ele chegou a procurar Andrea.

“Conversei com a Andrea Barbosa, ex-esposa de Pazuello. Ela não procurou ninguém da CPI para dar depoimento, e não dará! Muito me choca alguns jornalistas/políticos terem feito isso com ela, sem pensar em sua segurança. Tudo na vida tem que ter limite”, escreveu Patrícia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A informação também chegou a ser divulgada, no entanto, por um senador integrante da CPI, Humberto Costa (PT-PE), pelo Twitter (veja abaixo). E outros dois senadores falaram sobre o assunto, confirmando que ela teria enviado um e-mail à CPI há um mês. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Reportagem do Estado de S.Paulo informou que “o pedido foi feito ao senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente do colegiado, que levou ao conhecimento dos demais senadores”. E que “a CPI, no entanto, está dividida quanto a intenção de chamá-la para prestar depoimento”.

Segundo o senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da Comissão, Andrea elenca no e-mail apenas questões pessoais da relação dela com Pazuello, o que, em sua avaliação, não deveria ser abordado pela comissão. “Ela mandou isso 30 dias atrás. Eu li e o Alessandro (Vieira, senador suplente da CPI) leu. Nós não vimos nada que pudesse contribuir para a CPI”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já o relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), quer ouvir o que Andrea tem a dizer. "Não sei o que ela vai falar. É um e-mail curto, vamos ouvi-la pessoalmente, ela quer vir aqui (na CPI). Vamos conversar com ela", afirmou ao veículo. 

Um print no Instagram revelou mais cedo um comentário postado por Andrea Barbosa, em que ela diz: “eu não procurei a CPI, foi ao contrário. Não colocaria a integridade física e moral da minha filha e da minha [sic]. Essa gente é perigosíssima”.

 

 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email