CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Prates diz que combustível é assunto de governo e não vê problema legal em sua indicação à Petrobrás

Futuro presidente da estatal afirmou ainda que a política de combustíveis do país precisa remunerar o investimento de quem investe em atividades de refino

Imagem Thumbnail
Senador Jean Paul Prates (Foto: Agência Câmara)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

(Reuters) - Indicado pelo governo eleito para a presidência da Petrobras, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) disse nesta sexta-feira que a política de combustíveis é um assunto de governo e defendeu uma solução para que o país consiga tirar proveito de sua autossuficiência em petróleo.

A jornalistas após reunião com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, Prates afirmou ainda que a política de combustíveis do país precisa remunerar o investimento de quem investe em atividades de refino.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

>> Novo presidente da Petrobrás, Prates quer levar empresa para além do pré-sal

Ele também avaliou que poderá ser efetivado como CEO da estatal em meados de janeiro e disse que está "totalmente tranquilo" sobre a Lei das Estatais em relação à sua indicação.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Confira o posicionamento de Prates no Twitter após ser anunciado como futuro presidente da Petrobrás:

"Recebi hoje a missão de comandar a Petrobras pelos próximos anos. Muito me honra a escolha do presidente Lula, que coloca sobre mim a responsabilidade de conduzir uma empresa que é patrimônio de todos os brasileiros.

Após a posse do novo governo, teremos pela frente um processo burocrático, estabelecido pela legislação e pelos sistemas de governança da Petrobras, até que ocorra a formalização do meu nome como presidente da companhia.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Nesta oportunidade, terei a chance de me dirigir ao Conselho da empresa e à sociedade em geral para apresentar de forma detalhada nossos planos para a empresa.

A Petrobras é uma empresa forte, exemplo internacional de capacidade técnica, engenho e determinação. É uma companhia que existe como empresa de economia mista, que alia capitais privados e estatais, e precisa conciliar essa natureza ao seu papel estruturante na economia do país.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Precisamos pensar no futuro e investir na transição energética para atender às necessidades do país, do planeta e da sociedade, além dos interesses de longo prazo de seus acionistas.

E esse olhar para o futuro foi a principal demanda colocada pessoalmente a mim pelo presidente Lula, que acredita que a empresa deve permanecer como uma referência de mercado, tecnologia, governança e responsabilidade social."

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 


Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO