Peritos no julgamento de Daniel Alves relatam ausência de lesões vaginais em denunciante de estupro

No entanto, eles não descartaram que a jovem de 24 anos que acusa o jogador de estupro tenha sido agredida

Daniel Alves no tribunal durante o primeiro dia de julgamento por acusação de estupro em Barcelona, Espanha 05/02/2024
Daniel Alves no tribunal durante o primeiro dia de julgamento por acusação de estupro em Barcelona, Espanha 05/02/2024 (Foto: Alberto Estevez/Pool via Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Peritos que prestaram depoimento no caso da acusação de estupro contra o jogador Daniel Alves na Espanha colocaram em dúvida o depoimento da denunciante de 24 anos, citando ausência de lesões vaginais. No entanto, um dos peritos ouvidos afirmou que não é possível descartar agressões contra a mulher. 

“Nesse caso, não encontramos nenhuma lesão vaginal, mas não podemos dizer que não tenha nenhuma agressão”, afirmou um dos médicos em seu depoimento no Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, conforme citado pelo portal Metrópoles

continua após o anúncio

No testemunho de outro especialista ligado ao caso, foi destacada a ausência de lesões vaginais na vítima, colocando em dúvida a veracidade do relato da denunciante. >>> SAIBA MAIS: 'Daniel Alves chegou caindo de bêbado em casa', diz mulher do jogador sobre acusação de estupro

“Não foi observada nenhuma lesão” na região da uretra, o que não corresponde ao relato da denunciante, o que me faz pensar que coito não foi tão traumático”, afirmou o segundo perito.

continua após o anúncio

No entanto, os especialistas mencionaram a presença de lesões no joelho da vítima, além de discutirem sua condição psicológica, confirmando que a mulher agredida apresenta sintomas de estresse pós-traumático. >>> SAIBA MAIS: Amiga da vítima de Daniel Alves detalha agressão: 'a jogou no chão'

“Uma série de sintomas desencadeados podem ser vistos na entrevista e apontam que ela tinha uma situação pós-traumática. Ela teve um rompimento, choque e impacto e muitos aspectos da vida e daquela pessoa estão desfigurados. E não tivemos nenhuma indicação de que a pessoa estivesse exagerando ou fingindo”, acrescentou um perito. 

continua após o anúncio

O depoimento de Alves está previsto para esta quarta-feira (7), o último dia do julgamento, a pedido da defesa. 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247