CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

'Conversamos sobre a paz na Ucrânia e em Gaza', diz Lula após encontro com Blinken

Presidente recebeu o secretário de Estado dos Estados Unidos nesta quarta-feira no Palácio do Planalto, em uma reunião de quase duas horas

Antony Blinken e Lula (Foto: Ricardo Stuckert/PR)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente Lula (PT) recebeu nesta quarta-feira (21) o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, em uma reunião no Palácio do Planalto. O encontro, que durou 1 hora e 50 minutos, teve como assunto diversos temas, incluindo o genocídio do povo palestino promovido por Israel na Faixa de Gaza. 

"Recebi o Secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken. Conversamos sobre o G20, a iniciativa pela melhoria da condição dos trabalhadores que lançamos com o presidente Biden, a proteção do meio ambiente, a transição energética, a ampliação dos laços de investimento e cooperação entre nossos países e sobre a paz na Ucrânia e em Gaza", publicou Lula no X, antigo Twitter. >>> Blinken sorri ao lado de Lula e amplia isolamento de Netanyahu

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ao deixar o Planalto, Blinken declarou: “foi uma ótima reunião, estou muito grato ao presidente pelo seu tempo. Foi uma ótima reunião e Estados Unidos e Brasil estão fazendo coisas importantes juntos. Estamos trabalhando juntos bilateralmente, regionalmente, globalmente. É uma parceria importante e somos gratos pela amizade”.

O encontro ocorreu em um momento delicado, com uma crise diplomática em andamento envolvendo Israel, aliado dos Estados Unidos. A polêmica surgiu após o presidente Lula comparar o massacre de civis palestinos ao Holocausto. Apesar disso, Blinken ressaltou a importância da parceria com o Brasil e não fez nenhuma cobrança sobre a posição do Brasil em relação ao genocídio em curso na Palestina.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo comunicado emitido pelo Planalto, a reunião foi acompanhada pelo assessor especial, embaixador Celso Amorim; e pela embaixadora estadunidense no Brasil, Elizabeth Bagley. "O presidente Lula registrou todo o seu apreço pelo presidente Biden, por sua postura em defesa da democracia e pelas medidas que tem adotado em prol dos trabalhadores dos EUA". Leia na íntegra:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu na manhã desta quarta-feira (21), no Palácio do Planalto, a pedido, o secretário de Estado Antony Blinken. Na reunião foram abordados os principais temas da agenda bilateral e internacional, em particular a do G20. A reunião, que durou uma hora e cinquenta minutos, foi acompanhada pelo assessor especial, embaixador Celso Amorim; e pela embaixadora estadunidense no Brasil, Elizabeth Bagley.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidente Lula registrou todo o seu apreço pelo presidente Biden, por sua postura em defesa da democracia e pelas medidas que tem adotado em prol dos trabalhadores dos EUA.

O secretário congratulou o Brasil pela aprovação da reforma tributária, recuperação de políticas sociais e de responsabilidade fiscal. Lembrou que os EUA são o principal investidor no Brasil e estão abertos a aprofundar os vínculos econômicos e comerciais entre os dois países.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidente e o secretário abordaram temas como a iniciativa para trabalho decente lançada por Lula e Biden em setembro do ano à margem da Assembleia Geral da ONU, e a cooperação dos dois países na área ambiental, transição energética, fóruns empresariais e de infraestrutura. Blinken informou que os EUA estudam realizar novo aporte para o Fundo Amazônia.

Blinken reafirmou apoio ao o Brasil na presidência do G-20 e elogiou a escolha dos temas para a Cúpula do Rio Janeiro: reforma da governança global, combate à fome e à miséria e transição energética. O presidente Lula reiterou a necessidade de reformar os organismos financeiros internacionais e o Conselho de Segurança da ONU, no que foi apoiado pelo seu interlocutor.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O secretário e o presidente discutiram também sobre parcerias trilaterais em agricultura, segurança alimentar e infraestrutura na África. Lula ressaltou a urgência em abordar o tema da dívida externa dos países africanos.

O secretário agradeceu a atuação do Brasil pelo diálogo entre Venezuela e a Guiana. O presidente Lula reafirmou seu desejo pela paz e fim dos conflitos na Ucrânia e na Faixa de Gaza. Ambos concordaram com a necessidade de criação de um Estado Palestino.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Blinken segue hoje para o Rio de Janeiro, para a reunião de chanceleres do Grupo.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO