Lula defende Dilma no JN: "tivemos o menor desemprego da história do País"

"Ela tinha Eduardo Cunha, o Aécio que trabalharam o tempo inteiro para ela não fazer mudança", afirmou o ex-presidente

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Reprodução)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu nesta quinta-feira (25) em entrevista ao Jornal Nacional a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), vítima de um golpe em 2016, quando foi inocentada pelo Ministério Público Federal e por uma perícia do Senado

"Tenho profundo respeito por ela. Com Dilma, tivemos o menor desemprego da história do País. Ela tinha Eduardo Cunha, o Aécio que trabalharam o tempo inteiro para ela não fazer mudança. Vou voltar para fazer melhor do que fiz. É possível recuperar este País. Quando eu estiver no governo, me convidem para vir aqui", disse. 

continua após o anúncio

Em dezembro de 2014, a taxa de desemprego no País foi de 4,3%, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em janeiro de 2015.

O ex-presidente também afirmou que "o Brasil quebrou no governo Fernando Henrique Cardoso". "O Brasil tinha inflação, desemprego. Reduzimos a inflação, a dívida pública de 60% do PIB para 34%. E a maior política de inclusão social que o País conheceu. Temos três palavras: credibilidade, previsibilidade e estabilidade. Nunca no Brasil o governo teve uma chapa para ganhar credibilidade interna e externa. Juntei-me com Alckmin para mostrar que política não tem que ter ódio". 

continua após o anúncio

O ex-presidente também criticou a Lava Jato

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247