Moraes dá 5 dias para PGR se manifestar sobre afastar Salles do cargo

O ministro do Meio Ambiente é acusado de atrapalhar investigações, deixando de entregar o celular à Polícia Federal

Desmatamento e Ricardo Salles
Desmatamento e Ricardo Salles (Foto: Ricardo Moraes/Reuters | Ueslei Marcelino/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News

Do Metrópoles - O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu o prazo de cinco dias para a Procuradoria-geral da República (PGR) se manifestar sobre a possibilidade de afastamento do ministro Ricardo Salles do cargo. Ele é acusado de tentar atrapalhar investigações da Polícia Federal.

Na notícia-crime, a advogada pede que o ministro também tenha a prisão preventiva decretada por estar “ameaçando a colheita de provas e a aplicação da lei penal”. A solicitação foi feita no processo que investiga a atuação do ministro do Meio Ambiente e que culminou na Operação Akuanduba, autorizada por Moraes.

Os autores do pedido de afastamento de Salles usam como argumento a informação de que o ministro não entregou o aparelho de celular à Polícia Federal, mesmo que o objeto tenha sido alvo de mandado de busca e apreensão.

PUBLICIDADE

Conitnue lendo no Metrópoles

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email