CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Agro

Exportação de soja do Brasil deve cair 24% em abril, prevê Anec

O Brasil já havia tido embarques reduzidos em março na comparação com o mesmo mês do ano passado

Soja (Foto: JOSE ROBERTO GOMES / REUTERS)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

(Reuters) - A exportação de soja do Brasil foi estimada nesta quarta-feira em 10,65 milhões de toneladas em abril, queda de 24% na comparação com o mesmo mês do ano passado, apontou relatório da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

Em volumes, a redução em relação a abril de 2023 seria de 3,4 milhões de toneladas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Este mês geralmente registra alguns dos maiores volumes mensais de exportação no ano do país, maior produtor e exportador global da oleaginosa, uma vez que a colheita já está mais avançada nesta época.

A Anec não apresentou, no relatório, motivos para o recuo nos volumes embarcados, mas cita problemas na safra brasileira em função da seca.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na comparação com março, a redução nas exportações em abril é projetada em 2,9 milhões de toneladas.

O Brasil já havia tido embarques reduzidos em março na comparação com o mesmo mês do ano passado, para 13,56 milhões de toneladas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No primeiro trimestre, o Brasil exportou 25,42 milhões de toneladas, segundo números da Anec, ainda acima do mesmo período do ano passado, de 22,9 milhões de toneladas.

Considerando a projeção para abril, a exportação no primeiro quadrimestre somaria cerca de 36 milhões de toneladas, ficando quase 1 milhão de toneladas abaixo do mesmo período do ano passado, graças à queda esperada para este mês.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A redução nos embarques se dá em meio à colheita de uma safra menor do que o recorde do ano passado. A Anec citou números da Agroconsult, que projeta uma safra 2023/24 de 156,5 milhões de toneladas.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO