América latina

Colômbia encerra 2021 com 96 massacres e 171 dirigentes sociais assassinados

Diretor de observatório sobre direitos humanos aponta que 48 signatários do acordo de paz e 171 lideranças sociais foram assassinados no país em 2021

(Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O mais recente relatório sobre violência na Colômbia do Observatório de Direitos Humanos e Conflitos Indepaz apontou que em todo o ano de 2021 ocorreram 96 massacres em diferentes áreas do país e 171 dirigentes sociais foram assassinados.

“Infelizmente temos a notícia, no final do ano, do 96º massacre ocorrido em Guamal, no departamento de Magdalena, contra um vereador e dois familiares. Isso faz parte da violência política que começa a surgir em torno das eleições de 2022 ”, expressou o diretor da Indepaz, Camilo González Pozo.

continua após o anúncio

Segundo o diretor, 48 signatários do Acordo de Paz — que está no seu quinto ano e não vem demonstrando fortes resultados — e 171 lideranças sociais foram assassinados no país em 2021.

“Temos uma diminuição no assassinato de lideranças sociais, de pessoas da reintegração e é de se esperar que nesse contraste de violência desenfreada e algumas mediações para o próximo ano prevaleçam os pactos pela vida”, disse Camilo González Pozo.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247