América latina

Em crise, Castillo reorganiza o gabinete e muda seis ministros no Peru

As mudanças vêm horas depois que o presidente confirmou Aníbal Torres como presidente do Conselho de Ministros

www.brasil247.com - Presidente do Peru, Pedro Castillo
Presidente do Peru, Pedro Castillo (Foto: Ernesto Arias/Congresso do Peru/Divulgação via REUTERS)


ARN - O presidente peruano Pedro Castillo remodelou seu gabinete e anunciou seis mudanças ministeriais para enfrentar a crise política na qual o país tem estado imerso por vários meses. O juramento dos novos líderes veio horas depois que o presidente confirmou Aníbal Torres como presidente do Conselho de Ministros.

Com esta renovação, o presidente apresentou seu quinto gabinete até agora em sua administração, que começou em 28 de julho de 2021.

Especificamente, as mudanças foram feitas nas carteiras de Relações Exteriores; Economia e Finanças; Trabalho e Promoção do Emprego; Cultura; Transporte e Comunicações; e Habitação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nem todos eram novos postos, pois havia movimentos internos de um gabinete para outro, e houve até mesmo a nomeação surpresa de Betssy Chávez como Ministra da Cultura, pois em 29 de maio ela havia sido censurada pelo Congresso e teve que deixar seu cargo como Ministra do Trabalho e Promoção do Emprego.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A moção de censura, que havia sido apresentada por Fuerza Popular na época, afirmava: "Ela falhou em responder completa e adequadamente às perguntas feitas, e é por isso que, para a representação nacional, é claro que ela não tem a idoneidade e a responsabilidade de continuar no comando de seu setor, pois demonstrou incapacidade de administrar e negligência em suas ações".

Junto com Chávez, o gabinete também terá Miguel Ángel Rodríguez como ministro das Relações Exteriores, em substituição a César Landa. Enquanto isso, Alejandro Salas deixou a pasta da Cultura e foi nomeado Ministro do Trabalho e Promoção do Emprego.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enquanto isso, Kurt Burneo assumiu o cargo de Ministro da Economia e Finanças, substituindo Oscar Graham, enquanto Geiner Alvarado, que era Ministro da Habitação, passará agora para a pasta de Transportes e Comunicações, substituindo Nicolás Bustamante.

Finalmente, o posto deixado por Alvarado em Habitação será ocupado por César Paniagua.

Ele não aceitou a demissão

Antes da nomeação do novo gabinete, Castillo anunciou que não aceitou a renúncia de Torres, que havia disponibilizado seu cargo por "razões pessoais".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Não aceitei a renúncia do primeiro-ministro Aníbal Torres, que está comprometido a continuar trabalhando para nosso país", o líder peruano postou em sua conta no Twitter.

O Peru vem passando por uma crise política há vários meses, que na quinta-feira teve um novo capítulo quando o Congresso rejeitou o pedido de Castillo para deixar o país para participar da posse presidencial de Gustavo Petro na Colômbia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email